Festival Negritudes Globo é realizado pela primeira vez na capital baiana

O evento contará com as presenças dos cantores Larissa Luz e Tatau, o cineasta norte-americano Alrick Brown

Foto: Reprodução/Montagem Rede Bahia

Pela primeira vez, o Festival Negritudes Globo acontece em Salvador. O evento será realizado na Casa Baluarte, no dia 18 de julho, e tem como objetivo celebrar e debater as narrativas negras do audiovisual. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser adquiridos no site do evento.

O evento contará com as presenças dos cantores Larissa Luz e Tatau, o cineasta norte-americano Alrick Brown, além de escritores como Bárbara Carine, Elisa Lucinda e a influenciadora digital Tia Má. Eles vão participar de conversas sobre educação, fé, futuros reimaginados, saberes, resistência e música. As discussões do palco principal serão transmitidas ao vivo pelo g1 Bahia e Canal Futura, e de forma gratuita para usuários logados no Globoplay.

No total, o festival terá seis painéis, diversas ativações e oficinas. Toda a programação acontece em parceria com a Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (Apan).

Festival Negritudes – O evento faz parte da Agenda ESG da Globo, conjunto de práticas voltadas para preservação do meio ambiente, responsabilidade com a sociedade e transparência empresarial. Em 2024, o evento já esteve no Rio de Janeiro e reuniu cerca de 2 mil pessoas no Galpão da Cidadania, além de contar com milhares de pessoas acompanhando ao vivo pelo Globoplay.

“Ver um evento que trata sobre as narrativas negras no audiovisual, ganhando musculatura, com três edições em único ano, nos enche de orgulho. Sabemos da importância da cidade de Salvador para a cultura afrobrasileira e realizar uma edição do Festival Negritudes Globo na cidade, mais do que simbólico, é um reconhecimento desse espaço que carrega tanta história”, afirma Ronald Pessanha, líder do Negritudes Globo.


Compartilhe

Deixe seu comentário