Bahia empata com o Criciúma e continua na perseguição da liderança do Brasileirão

Crédito: Reprodução

Na 10ª rodada do campeonato, o Bahia visita Flamengo, que é o segundo colocado também com 18 pontos, na próxima quinta-feira (20), às 20h, no Maracanã.

O JOGO


A chuva castigou a cidade de Criciúma durante grande parte do dia e deixou o gramado do Heriberto Hülse encharcado dificultado a bola rolar solta. A primeira iniciativa foi o visitante Bahia aos dois minutos. Jean Lucas recebeu na entrada da área e bateu forte, mas a bola desviou na defesa e saiu pela linha de fundo. A resposta do Criciúma veio três minutos depois, Bolasie recebeu em liberdade pela direita, avançou até a linha de fundo e cruzou com perigo, mas Marcos Felipe fez a defesa. Aos seis, os jogadores do time catarinense pediram pênalti no domínio de bola de Jean Lucas dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Mas a jogada mais perigosa foi dos donos da casa na cabeçada de Arthur Caíke que tirou tinta da trave do arqueiro tricolor e quase fez valer a "Lei do Ex".

O Tigre manteve a pressão sob o Tricolor. Aos 15, Arthur Caíke cabeceou livre, mas mandou sem direção. No minuto seguinte, a defesa do Bahia errou na saída de bola entrando para os donos da casa. Bolasie recebeu na entrada da área e bateu para Marcos Felipe encaixar. O time baiano respondeu aos 19 no chute de Jean Lucas de fora da área após jogada ensaiada na cobrança de falta.

Marcos Felipe operou um milagre e salvou o Bahia de sofrer o primeiro gol aos 24 minutos. Jogada de Arthur Caíke pela direita que foi até a linha de fundo e tocou para trás. Bolasie dominou de frente para a meta e bateu para a defesaça do goleiro tricolor. Aos 30, Juba levou perigo à meta catarinense ao soltar uma bomba na cobrança de falta pela direita, mas Gustavo tirou de soco.

Criciúma abre o placar
O Criciúma abriu o placar aos 33 minutos com Marcelo Hermes. Na cobrança de falta da meia-lua, o lateral enche o pé soltando uma pancada rasteira por baixo da barreira para balançar as redes. Criciúma 1x0 Bahia

Após sofrer o gol, o Bahia passou a dominar mais a bola e criar chances. Aos 35 minutos, Everaldo disputou a bola pelo alto, mas cabeceou fraco para a defesa de Gustavo. No minuto seguinte foi a vez de Thaciano ser bloqueado na hora do chute em jogada perigosa do Tricolor. Aos 40, Jean Lucas tabelou com Caio Alexandre e bateu da entrada da área, mas o arqueiro do Tigre segurou.

Segundo tempo

O Bahia voltou com a mesma formação do primeiro tempo. Já o Criciúma voltou com uma modificação. Jonathan sentiu um problema físico e foi substituído por Claudinho.

Arthur Caíke marca o segundo do Criciúma
O Criciúma marcou o segundo gol com Arthur Caíke, fazendo valer a "Lei do Ex", com um minuto do reinício da partida. A bola veio pelo alto, Gabriel Xavier falhou ao perder o tempo de bola e o atacante do Tigre tocou de cabeça por cima de Marcos Felipe para estufar as redes. Criciúma 2x0 Bahia

Everaldo diminui para o Bahia
O Bahia diminuiu o prejuízo com Everaldo aos 10 minutos. Após boa jogada, Cauly deixou para Everton Ribeiro que cruzou na medida para o centroavante cabecear e balançar as redes. Criciúma 2x1 Bahia

Aos 12 minutos Gustavo fez uma lambança ao falhar no domínio de bola e deixou Thaciano chegar. Para se recuperar o goleiro cometeu uma falta dura no meia do time baiano e recebeu o cartão amarelo. Após rever o lance no VAR, o árbitro Flavio Rodrigues de Souza e manteve a advertência. Na cobrança da falta, Juba bateu por cima da trave catarinense sem perigo. Ao cobrar o tiro de meta, Gustavo recebeu o segundo amarelo por fazer cera e foi expulso aos 17.

Aos 25 minutos, Gabriel Xavier soltou uma pancada do meio da rua e Alisson espalmou para fora.

Caio Alexandre empata para o Tricolor
O Bahia chegou ao empate com Caio Alexandre aos 26 minutos. Na cobrança de escanteio, o camisa 19 recebeu a bola e encheu o pé para estufar as redes. Criciúma 2x2 Bahia

O Criciúma assustou aos 32 minutos. Cobrança de escanteio de Marcelo Hermes e Maia apareceu de surpresa para cabecear e mandar perto da trave de Marcos Felipe. A resposta do Tricolor veio no minuto seguinte com Thaciano batendo colocado, mas ela foi para fora. Aos 37, o Tigre teve boa chance novamente em novo tiro de canto batido por Marcelo Hermes e Arthur Caíke perdeu a chance, mas a arbitragem invalidou o lance apontando impedimento na jogada. Na sequência, foi a vez de Biel armar boa trama pela esquerda e chutar com perigo para balançar as redes pelo lado de fora.

Marcos Felipe salvou o Bahia aos 50 minutos. Na jogada de contra-ataque, o Tigre partiu em velocidade, Marquinhos Gabriel recebeu na área e finalizou para a defesa em dois tempos do goleiro tricolor.

FICHA TÉCNICA

Criciúma 2x2 Bahia 

Campeonato Brasileiro - 9ª rodada

Local: Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)

Data: 16/06/2004

Horário: 18h30

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa/SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (FIFA) e Leandro Matos Feitosa (SP)

VAR: Jose Claudio Rocha Filho (VAR-FIFA)

Transmissão: Premiere

Cartão amarelo: Figueiredo, Gustavo, duas vezes, Eder (Criciúma) / Thaciano (Bahia)

Cartão vermelho: Gustavo (Criciúma)

Gols: Marcelo Hermes, Arthur Caíke (Criciúma) / Everaldo, Caio Alexandre (Bahia)


Criciúma: Gustavo; Jonathan (Claudinho), Rodrigo, Figueiredo e Hermes; Barreto, Newton e Ronald (Thiago Mina); Bolasie (Marquinhos Gabriel), Matheusinho (Alisson) e Arthur Caíke (Eder). Técnico: Cláudio Tencati.


Bahia: Marcos Felipe; Gilberto (Ademir), Gabriel Xavier, Cuesta (Rezende) e Luciano Juba; Caio Alexandre (Yago Felipe), Jean Lucas (Biel), Everton Ribeiro (Estupiñán) e Cauly; Thaciano e Everaldo. Técnico: Rogério Ceni.

Compartilhe

Deixe seu comentário