Saiba quem é o traficante com ligação com o PCC morto na BA

Fumaça acumulava passagens pela polícia, mandava executar rivais e já havia fugido de presídio

Foto: Reprodução | Divulgação

Apontado pela polícia como principal liderança de uma facção criminosa e com fortes ligações com Primeiro Comando da Capital (PCC), no município de Esplanada, norte do estado, Jaílson Jesus de Sousa, o "Fumaça", de 46 anos, morreu após confrontar agentes da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), no último domingo, 8. No entanto, não foi a primeira vez que ele foi alvo da polícia.

Fumaça colecionava passagens pela polícia e já fugiu até de presídio em Sergipe.

Em 2016, o criminoso, que era considerado o 'chefão' do crime no litoral norte baiano, e também com atuação no estado de Sergipe, foi preso na cidade de Entre Rios. Ele havia fugido do Copemcan (Complexo Penitenciário Dr. Manoel Carvalho Neto), em São Cristóvão, na região metropolitana de Aracaju (SE). Na ação, o criminoso foi encontrado em posse de uma pistola 40. pertencente à polícia Civil do Rio Grande do Norte, além de outras duas pistolas, R$ 2 mil, em dinheiro, e uma motocicleta. Ele era investigado por ter participação em dezenas de homicídios, além de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio.


Entre os homicídios está o de Antônio Batista dos Santos Neto, em junho do mesmo ano. Segundo as investigações da Polícia Civil, Fumaça, na época já preso em Sergipe, teria ordenado a morte da vítima, que na ocasião, estava acompanhada da mulher e da filha de 13 anos, quando teve seu veículo alvejado.

SUFOTUR - SÃO JOÃO 2024

Compartilhe

Deixe seu comentário