Com time reserva, seleção brasileira encara o México nos Estados Unidos neste sábado (8)

Sob o comando de Dorival Júnior, a equipe realiza seu primeiro amistoso preparatório

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A jornada da seleção brasileira nos Estados Unidos começa neste sábado (8), marcando o início da caminhada que pode levar ao décimo título da Copa América. Sob o comando de Dorival Júnior, a equipe realiza seu primeiro amistoso preparatório para o torneio contra o México, às 22h (horário de Brasília), no Kyle Field, na cidade de College Station, no Texas.

O Brasil busca manter o bom desempenho apresentado nos jogos da Data Fifa de março, que marcaram a estreia do treinador. As vitórias sobre a Inglaterra por 1 a 0, em Wembley, e o empate em 3 a 3 com a Espanha, no Santiago Bernabéu, com um gol decisivo nos minutos finais, elevaram o moral da equipe. Isso contrastou com o ano caótico de 2023, sob os interinos Ramon e Fernando Diniz, onde a Seleção registrou sua pior performance do século, com apenas 37% de aproveitamento em nove jogos.

Classificado como o quinto colocado no ranking da FIFA, o Brasil está nos Estados Unidos desde o último dia 30, realizando treinamentos em Orlando, com foco na preparação para a Copa América. Neste contexto, jogadores como Vini Júnior e Rodrygo, recentemente campeões da Champions League, serão poupados, formando uma escalação considerada alternativa em relação ao time principal dos jogos de março.

Os titulares serão preservados para o próximo confronto contra os Estados Unidos, agendado para quarta-feira, em Orlando. Além disso, Lucas Paquetá estará ausente, já que está sob investigação por parte da Federação Inglesa de Futebol por suposta participação em um esquema de apostas. A CBF decidiu não desconvocar o jogador, que é peça fundamental para Dorival Júnior, baseando-se na conduta das autoridades inglesas.

O histórico de confrontos entre Brasil e México registra 41 jogos, com ampla vantagem brasileira de 24 vitórias, 10 derrotas e 7 empates. O último encontro ocorreu nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, com vitória brasileira por 2 a 0, gols de Neymar e Roberto Firmino. A expectativa é de um público superior a 70 mil torcedores no Kyle Field, estádio que pertence à Universidade do Texas e geralmente é utilizado para jogos de futebol americano, com capacidade para mais de 102.000 espectadores.

A partida será transmitida pelo ge em vídeo e em tempo real, além da cobertura pela Globo e SporTV. As escalações prováveis incluem Alisson, Yan Couto, Éder Militão, Bremer, Guilherme Arana, Ederson, Douglas Luiz, Andreas Pereira, Gabriel Martinelli, Evanílson e Savinho para o Brasil, enquanto o México deve contar com Julio González, Jorge Sánchez, César Montes, Johan Vásquez, Gerardo Arteaga, Edson Álvarez, Luis Chávez, Carlos Rodríguez, Uriel Antuna, Julián Quiñones e Santiago Giménez.

A arbitragem ficará a cargo de Lukasz Szpala (EUA), auxiliado por Jose da Silva (EUA) e Meghan Mullen (EUA), com Olvin Oliva (EUA) como quarto árbitro e Chris Penso (EUA) no VAR.


SUFOTUR - SÃO JOÃO 2024

Compartilhe

Deixe seu comentário