Alerta de 'perigo' para tempestades está em vigor neste sábado para 11 estados e DF

Com o alerta de "perigo" por causa dos temporais, as regiões podem ter chuvas de 100 milímetros por dia no fim de semana. Há previsão de ventos intensos, que podem chegar a 100 km/h, e queda de granizo.

Foto: Divulgação

A frente fria deve trazer fortes chuvas e causar estragos em boa parte das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Na sexta-feira (17), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de '"perigo" para tempestades que abrange 11 estados e o Distrito Federal.

Os estados sob aviso meteorológico de "perigo" por conta das chuvas são:

São Paulo

Rio de Janeiro

sul do Espírito Santo

Minas Gerais

Goiás

Mato Grosso

Mato Grosso do Sul

Tocantins

Distrito Federal

Paraná

Santa Catarina

Rio Grande do Sul

Com o alerta de "perigo" por causa dos temporais, as regiões podem ter chuvas de 100 milímetros por dia no fim de semana. Há previsão de ventos intensos, que podem chegar a 100 km/h, e queda de granizo.

Por conta dos altos volumes de chuva previstos especialmente para o Sul e o Sudeste no fim de semana, o Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden) alerta para os riscos de alagamentos e deslizamentos de terra.

Os avisos do Cemaden se dividem em duas categorias: risco hidrológico e risco geológico. Enquanto os hidrológicos englobam eventos como alagamentos urbanos e inundações de pequenos córregos, por exemplo, os geológicos se referem a deslizamentos de terras e quedas de barreiras.

Os alertas para cada risco podem ser de três níveis:

Moderado: quando não se descarta a possibilidade do fenômeno alertado e, caso ocorra, é previsto um impacto moderado para a população.

Alto: a probabilidade de ocorrência do desastre é alta, assim como seu potencial impacto. Nesse cenário, recomendam-se ações como verificação das áreas de risco e acionamento dos órgãos locais de apoio.

Muito alto: existe alta probabilidade de ocorrência do fenômeno, com chances de grande impacto para a população. Há a recomendação para acionamento do sistema de sirenes, possibilidade de desocupação das áreas de risco e deslocamento de equipes para atendimento nas áreas de risco.

Para este sábado, o Cemaden emitiu um alerta de alto risco de alagamentos urbanos para o sul de Santa Catarina e a Região Metropolitana de Porto Alegre. O aviso é moderado para a possibilidade de inundações na Grande Florianópolis, Região Metropolitana de Curitiba e nordeste do Rio Grande do Sul.

Também há probabilidade moderada de deslizamentos de terra no norte do Rio Grande do Sul e leste do Paraná. Em Santa Catarina, o alerta é alto para queda de barreiras e deslizamentos.

No Sudeste, há risco moderado para transbordamento de córregos e alagamentos na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Sul e Centro Fluminense, Vale do Paraíba e Região Metropolitana de São Paulo.

Com a chegada da frente fria amenizando a onda de calor da última semana, a tendência é que as temperaturas fiquem mais próximas à média esperada para o período.

Nos próximos dias, algumas cidades podem enfrentar quedas bruscas de temperaturas. Em São Paulo, por exemplo, a máxima deve ir de 36°C prevista para este sábado para 24°C esperados para a próxima segunda-feira (20).

No Rio de Janeiro, a expectativa é de queda de 14 graus entre sábado e segunda. No sábado, a máxima deve chegar a 42°C, enquanto na segunda não deve passar dos 28°C.

Informações G1

SUFOTUR - SÃO JOÃO 2024

Compartilhe

Deixe seu comentário