Jerônimo se solidariza com Zé Ronaldo e critica ACM Neto: 'Chapa de herdeiros'

Para Jerônimo, o comportamento do seu adversário é algo corriqueiro, um estilo já conhecido e condenável na política. Segundo o petista, ACM Neto teria feito opção por ter uma “chapa comercial” nas eleições de 2022.

Foto: Divulgação

O candidato a governador do estado Jerônimo Rodrigues (PT) manifestou solidariedade ao ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União), após o político ser excluído da chapa do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União), que anunciou como sua vice a presidente do Grupo Aratu, Ana Coelho (Republicanos), sobrinha do ex-governador e prefeito de Guanambi, Nilo Coelho (União). 

“Me solidarizo com Zé Ronaldo pela história que ele tem na política baiana, com o respaldo que ele tem junto aos prefeitos do Portal do Sertão”, lamentou Jerônimo.

Para Jerônimo, o comportamento do seu adversário é algo corriqueiro, um estilo já conhecido e condenável na política. Segundo o petista, ACM Neto teria feito opção por ter uma “chapa comercial” nas eleições de 2022.

“O ex-prefeito mostrou mais uma vez quem ele é. Na eleição passada já tinha feito ato parecido com o próprio Zé Ronaldo quando lançou seu nome e não lhe prestou a atenção devida. Quantos do time da época do avô dele já foram limados na condução da política? Heraldo Rocha, Aleluia, Carlos Gaban, Imbassahy. Ele sempre será assim”, criticou. 

Jerônimo, que possui domicílio eleitoral em Feira de Santana e é professor licenciado da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), afirmou ainda que ACM Neto só tem olhos para Salvador, esquecendo o interior do estado.

“Ele fez uma opção por uma chapa de herdeiros. A fotografia deixou claramente que é uma chapa que não olha para a Bahia, mas apenas para Salvador, uma chapa de pessoas que não conhecem o que é uma feira livre, que não sabem o que é andar de ônibus, que não conhecem a escola pública, que nunca precisaram de atendimento em um posto de saúde. A gratidão sempre será a palavra de ordem. Aqui nós somos um time, uma família e sempre iremos acolher, zelar e respeitar os nossos aliados, sem excluir ninguém, mas fortalecê-los.  Essa é a diferença do Time de Lula na Bahia”, apontou o petista. 

GB - MOSQUITO

Compartilhe

Deixe seu comentário