Nilo é descartado na disputa pela vice de ACM Neto; entorno de Zé Ronaldo está otimista

Além de Zé Ronaldo, o caminho ainda está aberto para um outro nome: a vereadora de Serrinha, Edylene Ferreira (Republicanos).

Foto: Divulgação

A quase 48 horas do início da convenção do União Brasil – onde a candidatura de ACM Neto ao governo da Bahia será oficializada –, o deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos), por muito tempo favorito na “bolsa de apostas” para ser o candidato a vice na chapa, agora está descartado para o posto.

Nilo vinha em campanha massiva para ser escolhido como o candidato a vice na chapa de ACM Neto, mas enfrentou resistência de outros partidos aliados do ex-prefeito de Salvador e acabou ficando de fora da briga.

Por outro lado, o entorno do ex-prefeito de Feira de Santana, Zé Ronaldo (União), aponta um clima de “otimismo” para que o correligionário de Neto seja o escolhido para a vaga de vice na chapa.

Interlocutores ligados a Zé Ronaldo informaram que a expectativa é positiva, reflexo das últimas movimentações nos bastidores da política baiana e da intensificação das agendas do ex-prefeito de Feira ao lado de Neto pelo interior do estado. 

Uma pesquisa qualitativa, contratada pelo União Brasil para auxiliar na escolha do vice de Neto, constatou que o eleitorado baiano está em busca de quadros com perfil político e com experiência em gestão pública. Por esse motivo, o nome de Zé Ronaldo tem subido na cotação desde segunda-feira (1º).

Além de Zé Ronaldo, o caminho ainda está aberto para um outro nome: a vereadora de Serrinha, Edylene Ferreira (Republicanos). Essa escolha evitaria a concentração de vagas na chapa majoritária no União Brasil, o que poderia deixar partidos aliados insatisfeitos.

O deputado federal Adolfo Viana (PSDB) também disputa o posto de vice, mesmo o nome tendo perdido força nas últimas horas.

Informações Bahia Notícias

GB - MOSQUITO

Compartilhe

Deixe seu comentário