Auxílio Brasil: último lote de junho é pago nesta quinta

Neste mês, 18 milhões de famílias recebem o Auxílio Brasil, totalizando o investimento em R$ 7,6 bilhões. O programa garante um repasse mínimo de R$ 400 a cada beneficiário. O Nordeste segue como a região com maior número de beneficiários.

Foto: Divulgação

Os beneficiários do Auxílio Brasil com Número de Inscrição Social (NIS) final 0 recebem, nesta quinta-feira (28), a parcela referente ao mês de junho.

Este é o último lote do benefício referente ao mês de junho, que começou a ser pago no dia 17.

A parcela de julho do auxílio vai começar a ser paga no dia 18, de acordo com o calendário abaixo:

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil em 2022 — Foto: Economia/g1

Em junho, 18,15 milhões de famílias recebem o Auxílio Brasil, de acordo com o Ministério da Cidadania, totalizando o investimento em R$ 7,6 bilhões. O programa garante um repasse mínimo de R$ 400 a cada beneficiário. O repasse médio recebido pelas famílias é de R$ 402.

De acordo com informações da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania, o Nordeste segue como a região com maior número de beneficiários. São 8,6 milhões de famílias contempladas. Na sequência aparecem as regiões Sudeste (5,2 milhões), Norte (2,1 milhões), Sul (1,2 milhão) e Centro-Oeste (941 mil).

Estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que 2.788.362 famílias que atendem aos requisitos para receber o Auxílio Brasil não tiveram acesso a ele em abril deste ano. A chamada demanda reprimida teve um salto de 113% em relação a março, quando o número de famílias à espera era de 1.307.930. Ou seja, o número de 1.480.432 de famílias que se somaram à demanda reprimida em abril é maior que o total de março.

O benefício é destinado a famílias em situação de extrema pobreza. Famílias em situação de pobreza também podem receber desde que tenham, entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.

As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105. As em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

No dia 4 de maio, o Senado aprovou medida provisória (MP) que torna permanente o valor mínimo de R$ 400 para o Auxílio Brasil.

Há três possibilidades para recebimento do Auxílio Brasil:

Se já tinha o Bolsa Família: Auxílio Brasil será pago automaticamente

Se está no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família: vai para a lista de reserva

Se não está no CadÚnico: é preciso buscar um Cras para registro, sem garantia de receber

Informações G1

GB - MOSQUITO

Compartilhe

Deixe seu comentário