Moradores apelam a governador construção de retorno em Amélia Rodrigues

Um dos organizadores da manifestação, Thiago Conceição, demonstrou seu descontentamento com as autoridades públicas

Foto: Joaquim Neto

Manifestantes aproveitaram a visita do governador Rui Costa à cidade de Amélia Rodrigues e realizaram, na manhã desta quinta-feira (12), uma manifestação pedindo o apoio do governador para abertura de um retorno na região.

Em conversa com a nossa reportagem, um dos organizadores da manifestação, Thiago Conceição, demonstrou seu descontentamento com as autoridades públicas. 

“A briga está acirrada, estamos nos reunindo semanalmente, fazendo protestos semanalmente. Já nos reunimos com a ViaBahia, já fizemos reunião com alguns deputados, já fomos à sede da ViaBahia. O que tá bem claro é que a ANTT está travando um projeto da ViaBahia, não sei o porquê, a ViaBahia já apresentou um projeto executivo do retorno de calhas na beira pista, desaceleração e outros projetos, mas ela diz que o ANTT não faz a liberação”, conta.

Quanto à trafegabilidade Thiago disse que não há retorno, e sim uma passagem na região. Mas que há pelo menos um mês foi instalado uma câmera e faixa zebrada impossibilitando a travessia.

“A situação lá é o seguinte, é arriscado, sim. Não vou dizer que a PRF está errada, que não está. Mas nos precisamos de uma solução, é um bairro com mais de cinco mil habitantes e para fazer o retorno temos que ir a Santo Amaro, ou passar em um mata burro que é de um fazendeiro próximo a ViaBahia há 6km de distancia. A situação está complicada para gente, gasolina está de sete reais e tanto para fazer isso ai, está surreal”, afirma

Aproveitando a oportunidade do governador na região os manifestantes esperam contar com seu apoio para o acesso enfim ser feito.

“Estamos querendo o apoio dele sabemos que a culpa não é dele, não é ele que é o responsável. Mas com certeza ele pode nos dar um apoio, por que estamos tendo esse impasse com a ANTT. A sede do ANTT no CAB em Salvador não quer nos receber, não quer receber deputado, não quer receber ninguém. Então o mais forte aqui dentro da Bahia para mim é o governador, e a gente vai pedir isso a ele para ver se ele consegue interceder por nos lá em Brasília junto a ANTT”, disse.

Com informações do repórter Joaquim Neto


PMFS - Vacinação

Compartilhe

Deixe seu comentário