Filhos de Flordelis são condenados pela morte do pastor Anderson do Carmo

Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cézar dos Santos de Souza foram denunciados pelo MP por envolvimento no assassinato. Ex-deputada Flordelis está presa desde agosto por suspeita de ser a mandante da morte do então marido.

Foto: Nicolás Sartriano

Dois dos filhos da ex-deputada Flordelis foram condenados por envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo.

Flávio dos Santos Rodrigues, acusado de atirar no padrasto, foi condenado a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado. Já Lucas Cézar dos Santos Souza, apontado por comprar a arma do crime, foi condenado a sete anos e meio.

Foram 15 horas de julgamento. A sessão começou na tarde desta terça-feira (23), e a sentença foi proferida por volta das 5h45 desta quarta (24).

Na noite desta terça, Lucas Cézar dos Santos de Souza, filho afetivo de Flordelis e denunciado pelo Ministério Público por envolvimento no assassinato do pastor Anderson do Carmo, marido da ex-deputada, disse na noite desta terça-feira (23) que o irmão dele, Flávio dos Santos Rodrigues, queria acabar com o sofrimento da mãe.

A declaração aconteceu durante seu depoimento no fórum de Niterói, onde ele e Flávio estão sendo julgados por suspeita de envolvimento na morte do pai, o pastor Anderson.

Flordelis e outros seis acusados pela morte do pastor Anderson têm recursos negados e vão a júri popular

Justiça do Rio mantém decisão de levar Flordelis e mais nove réus a júri popular pela morte de pastor Anderson do Carmo

Entenda o Caso Flordelis

Segundo Lucas, Flávio teria contado sobre seu desejo de acabar com o sofrimento da mãe numa conversa cerca de um mês antes do assassinato. Na ocasião, Flávio também teria dito que Flordelis estaria sofrendo por causa de "trâmites" de Anderson em Brasília.

Lucas é apontado pelas investigações como a pessoa que ajudou Flávio a comprar a arma do crime. Contudo, ele afirmou que não sabia que a pistola Bersa 9 milímetros seria usada para matar o pastor.

Flávio, filho biológico de Flordelis, foi denunciado pelo Ministério Público como o autor dos tiros que causaram a morte de Anderson do Carmo, no dia 16 de junho de 2019. Além de responder por homicídio triplamente qualificado, ele será julgado também por porte de arma de fogo de uso restrito.

Lucas Cézar, que é filho adotivo da ex-deputada, além de responder pelo homicídio, é acusado como responsável por adquirir a arma usada no assassinato.

Anderson, ex-marido de Flordelis, foi assassinado a tiros em 2019. A ex-parlamentar é acusada de ser a mandante do crime.

Flordelis está presa desde o dia 13 de agosto, um dia após a perda do mandato parlamentar na Câmara dos Deputados e ter sido expulsa do PSD. Ele está no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio.

Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário