Vitória perde para o CRB e agora depende de outros resultados para evitar rebaixamento

Com o resultado, o Vitória estacionou nos 40 pontos e segue na 18ª posição na tabela de classificação da Série B.

Foto: Célio Júnior/Agif/Folhapress

O Vitória perdeu por 3 a 1 para o CRB, nesta segunda-feira (22), no Rei Pelé, em Maceió (AL), pela penúltima rodada da Série B. O resultado foi ruim para o rubro-negro, que agora não depende mais de si para escapar do rebaixamento. O Leão terá que vencer o Vila Nova no domingo (28), no Barradão, e torcer por derrotas do Londrina e Remo. O time paranaense pega o Vasco em casa na jornada derradeira, enquanto a equipe do Pará recebe o já rebaixado Confiança.

Com o resultado, o Vitória estacionou nos 40 pontos e segue na 18ª posição na tabela de classificação da Série B.

O início da partida não poderia ser pior para o Vitória. Quando o cronômetro assinalou 47 segundos, o time rubro-negro levou o gol. Renan Bressan cobrou falta pela esquerda, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo do gol. CRB inaugurou o placar no Rei Pelé.

Apesar do gol precoce, o Vitória não se abateu e foi para cima do CRB. Aos 10 minutos, Fabinho recuperou a bola, partiu em direção ao gol, limpou o adversário e chutou para a defesa do goleiro Diogo Silva.

Aos 13, outra boa oportunidade criada pelo Vitória. Raul Prata roubou a bola e cruzou na área. David cabeceou à queima roupa de Diogo Silva. 

O empate veio aos 15. Fernando Neto disputou a bola no meio, carregou com liberdade e arrematou para o gol, sem chances para Diogo Silva. Um tento de placa no Rei Pelé.

O CRB tinha dificuldades na saída de bola e demonstrava uma desorganização ofensiva. Melhor no Vitória, seguia criando oportunidades, mas esbarrava em Diogo Silva. Aos 39, Eduardo finalizou de longe e Diogo Silva fez a defesa.

O começo do segundo tempo para o Vitória foi assim como a etapa inicial: ruim. Aos três minutos, Celsinho cruzou da direita e Renan Bressan com extrema liberdade, chutou no canto esquerdo de Lucas Arcanjo.

Diferentemente da etapa inicial, o Vitória não conseguia produzir. E o CRB passou a criar as melhores chances.

O CRB ampliou aos 29. Diego Torres cobrou falta com veneno, Lucas Arcanjo voa, mas se atrapalhou e deu rebote. Pablo Dyego só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede.

Informações Bahia Notícias

Compartilhe

Deixe seu comentário