Covid-19: Sesab registra aumento de mais de 500% dos casos da variante delta na Bahia, em 5 dias

No dia 20 de setembro, o total era de 14 casos no estado. Neste sábado (25), o número foi atualizado para 72.

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) informou, neste sábado (25), que o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) detectou mais 58 amostras da variante delta no estado, por meio de sequenciamento genético. Com estes novos registros, a Bahia tem, ao todo, 72 casos da variante, com dois óbitos.

A delta é considerada mais transmissível que as outras variantes. Há cinco dias, a secretaria tinha divulgado que a Bahia registrava 14 casos, no total. Os novos números apontam um crescimento de mais de 500% em menos de uma semana.

Conforme a Sesab, os novos casos da delta foram identificados em pacientes que residem nos seguintes municípios: Aporá, Baixa Grande, Barrocas, Bonito, Brumado, Camaçari, Canavieiras, Cícero Dantas, Coribe, Entre Rios, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Lauro de Freitas, Maracás e Nilo Peçanha, Maraú, Medeiros Neto, Muritiba, Nova Fátima, Pé de Serra, Prado, Riachão do Jacuípe, Salvador, São Gonçalo dos Campos, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Vereda.

Além desses, outros casos tinham sido registrados em Conceição do Almeida, Sapeaçu, Senhor do Bonfim, Vitória da Conquista, além de um tripulante de um navio ancorado na capital baiana.

A diretora geral do Lacen-BA, Arabela Leal, destaca que está sendo utilizado um protocolo novo, que seleciona amostras provenientes de municípios com aumento do percentual de casos positivos ou que tenham casos anteriores da delta.

Conforme a Sesab, o novo protocolo permite que a vigilância epidemiológica atue de modo mais ágil na identificação e monitoramento dos pacientes e das localidades.

A Sesab ressalta que, apesar da detecção dos novos casos da delta, a variante de Manaus ainda é responsável por quase 80% das infecções na Bahia.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o Lacen-BA já realizou cerca de 700 exames de sequenciamento genético do vírus da Covid-19, analisando amostras de mais de 200 municípios dos nove Núcleos Regionais de Saúde.

Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário