APROVEITADORES DO ERÁRIO PÚBLICO

Foto: Divulgação

O comentarista político Humberto Cedraz, no programa Bom Dia Feira (Princesa FM) desta terça-feira (27) disse que é imoral a aprovação de 5,7 bilhões de reais para o fundo partidário visando gastos na próxima eleição e será uma desmoralização nacional se o presidente Bolsonaro não vetar totalmente essa lei. Porém, é de opinião que se não houver veto ou se houver e o congresso derruba-lo, mesmo quem votou contra a aprovação da lei não deve ter vergonha de usar os recursos dela, porque se recusar de recebe-los, os que votaram a favor ficarão com o caixa mais recheado para fazerem campanhas, em detrimento de quem recusar a verba, pois estes ficariam  sem chance de competir com os candidatos aproveitadores do erário público.

Compartilhe

Deixe seu comentário