Queda de mais de 90% do nº de eventos na pandemia gera perda de 100 mil postos de trabalho na BA

Por causa do decreto estadual, a realização de shows e festas está proibida até o dia 8 de julho independentemente do número de participantes.

Foto: Divulgao

A queda de mais de 90% do número de eventos por causa da pandemia da Covid-19 gerou uma perda de 100 mil postos de trabalho na Bahia.

Por causa do decreto estadual, a realização de shows e festas está proibida até o dia 8 de julho independentemente do número de participantes.

Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape-BA), Marcelo Britto, a pandemia da Covid-19 impactou negativamente o setor de eventos.

"Estima-se que em torno de 25% a 30% dessas empresas não irão mais voltar a trabalhar, cancelando seu CNPJ e as empresas, devido ao caos no setor do entretenimento", diz.

Os trabalhadores do setor de eventos estão há um ano e quatro meses na incerteza de quando poderão retornar às atividades paralisadas.

Atualmente, o decreto estadual libera eventos profissionais ou científicos com até 50 pessoas, o que vem permitindo retomar parte das atividades. 



Informações G1

Compartilhe

Deixe seu comentário