Segundo vereador mais votado em Feira, Pedro Américo defende atuação comunitária

Eleito com 5.823 votos, ele afirmou acreditar que a vitória tem forte relação com valorização de grupo defendida pelo partido e fortalecida durante toda a campanha.

Foto: Divulgao

O resultado das Eleições 2020 em Feira de Santana definiu que 13 das 21 cadeiras da Câmara Municipal serão renovadas e ocupadas por novos nomes.

Entre os vereadores novatos está Pedro Américo (DEM), segundo mais votado no pleito com 5.823 votos.

Ao Bom Dia Feira, o Américo afirmou acreditar que a vitória tem forte relação com valorização de grupo defendida pelo partido e fortalecida durante toda a campanha.

'Tenho certeza absoluta de que o que nos deu a vitória foi o sentimento da unidade de grupo, quando se tem compromisso, a pessoa luta e se dedica, foi o que nos deu a capacidade de ter uma votação expressiva em um ano tão difícil, onde a gente vê a grande maioria com uma votação baixa', disse.

De acordo com ele, a escolha do nome pelo grupo foi recebida com grata satisfação.

'Eu sei que o processo político nunca foi fácil, fazemos parte de um grupo político há mais de 10 anos liderado por Pablo Roberto e construímos todas as possibilidades na perspectiva de que ele fosse o candidato, quando ele decidiu voltar ao governo, tivemos que tomar a decisão em uma semana e meia, e nesse processo de discussão, fomos escolhidos. Tive um papel importante no grupo, mas a construção do nome como candidato foi uma surpresa', conta.  

Sobre atuação do legislativo, o eleito destaca que já possui alguns principais pontos em destaque para discussões e busca de melhorias.

'Temos problemas diversos na cidade que são importantes de serem discutidos, o relacionado a drenagem é natural que seja um tema que vamos pautar de uma maneira muito profunda. Fizemos junto a população uma campanha baseada em ideais, construímos 25 compromissos que vamos buscar contemplar durante o mandato. Eu não acredito que vereador traz a legislação pronta, quando se abre a discussão sobre o tema, há contribuição e se faz uma legislação que não valorize o vereador e sim comtemple a cidade', relata.

Para Pedro, o alto nível de renovação na Câmara Municipal, considerado o maior percentual na história da cidade, é uma resposta da população para novas necessidades.

'Tudo que construímos na vida é com trabalho, conversando, dialogando, tendo respeito, é a forma que a gente sempre fez política. O segundo turno é muito importante para que a gente defina o processo, existem possibilidades diversas na Câmara, tivemos uma renovação muito grande e temos grandes nomes em todos os partidos com pessoas que de fato estão preocupadas com a cidade e tem conhecimento. Temos mostrado na prática que a política do individualismo tem que acabar e a população tem dado uma resposta nesse sentido, entre os eleitos, vemos o perfil de pessoas que agrega mais no ponto de vista comunitário', diz.

 

Com informações do repórter Miro Nascimento 

Compartilhe

Deixe seu comentário