Feira tem 111 novos casos de Covid-19 nesta terça e passa dos 700 infectados

Número é o maior já registrado na cidade desde o início da pandemia e mais que o dobro do recorde anterior de casos confirmados em um só dia.

Foto: Divulgação


De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica através da Secretaria Municipal de Saúde, Feira de Santana tem até esta terça-feira (02), 708 casos confirmados do coronavírus. 

Desde o último boletim epidemiológico municipal divulgado na segunda-feira (01), foram confirmados 111 novos casos da doença na cidade. Número é o maior já registrado na cidade desde o início da pandemia e mais que o dobro do recorde anterior de casos confirmados em um só dia. 

Não há mais informações sobre os infectados. 
 
Entre os casos confirmados, 166 pessoas estão recuperadas da doença, 12 óbitos foram registrados no município e 20 pacientes estão hospitalizados.

Ao todo foram notificados na cidade, 2.806 casos da doença. Desses, 1.738 foram descartados e 360 ainda aguardam resultados de exames.

Confira detalhes sobre os óbitos por Covid-19 em Feira de Santana: 

1º: Confirmado em 18 de abril. A vítima foi uma idosa de 82 anos com histórico de doença vascular crônica e diabetes que estava internada num hospital público de Salvador desde o dia 5 de abril.

2º: Confirmado em 14 de maio. A vítima foi um homem, de 76 anos, residente no município, com histórico de comorbidades como diabetes, doença cardiovascular crônica e doença neurológica crônica que faleceu em um hospital da rede pública em Salvador.

3º: Confirmado em 20 de maio. A vítima foi uma mulher de 46 anos que estava internada em um hospital de Salvador. 

4º: Confirmado em 21 de maio. A vítima foi uma mulher de 51 anos, portadora de diabetes, hipertensão e doença renal crônica, que faleceu em um hospital de Salvador, onde estava internada desde março. A mulher foi regulada de Feira de Santana  para uma unidade de saúde da capital por problemas de saúde não relacionados com a Covid-19. O diagnóstico médico inicial datado do dia 9 de março, apontou"insuficiência cardíaca descompensada". O local de infecção foi Salvador, mas o caso entra para as estatísticas de Feira pelo critério de origem do domicílio. Segundo informações da Vigilância Epidemiológica Municipal, a paciente começou a apresentar sintomas da Covid-19 dia 23 de abril, quando já se encontrava internada na capital, e somente no dia 28, quase dois meses depois do internamento saiu resultado do exame com diagnóstico positivo. 

5º: Confirmado em 22 de maio. A vítima foi uma mulher de 72 anos de idade, portadora de comorbidades como hipertensão e diabetes, que compareceu a Unidade de Saúde em estado grave, evoluindo para o óbito. 

6º: Confirmado em 23 de maio. A vítima foi um homem de 41 anos que era portador de diabetes, doença cardiovascular e obesidade. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, o homem veio a óbito após sofrer uma parada cardíaca em uma unidade pública de emergência em Feira de Santana em 20 de maio, tendo exame positivo para o vírus confirmado após três dias.

7º: Confirmado em 25 de maio. A vítima foi um homem, 59 anos, portador de hipertensão arterial e diabetes que veio a óbito no dia 24 de maio em uma unidade da rede pública em Feira de Santana e teve infecção pelo vírus confirmada um dia depois. 

8º: Confirmado em 26 de maio. A vítima foi uma mulher, 69 anos, paciente oncológica que faleceu em uma unidade de saúde privada da cidade.

9º: Confirmado em 26 de maio. A vítima foi uma mulher, 91 anos, portadora de doença renal crônica que faleceu no dia 24 de maio em uma unidade de saúde privada do município, mas só teve resultado positivo para o vírus após dois dias. 

10º: Confirmado em 28 de maio. A vítima é um homem, 66 anos, possuía obesidade e foi encontrado sem vida em residência.

11º: Confirmado em 29 de maio. A vítima é uma mulher, 43 anos, portadora de osteomielite crônica em tratamento contínuo. Faleceu dia 23 de maio em uma unidade da rede privada em Feira de Santana, onde estava internada.

12º: Confirmado em 29 de maio. A vítima é um homem, 45 anos, possuía diabetes e faleceu dia 18 de maio em uma unidade da rede privada em Feira de Santana, onde estava internado.

Em 02 de maio, um caminhoneiro de 69 anos, residente em Caxias, no estado do Rio Grande do Sul, de passagem por Feira de Santana, faleceu em um hospital particular da cidade em decorrência de complicações causadas pela Covid-19. Porém, o caso não entra para as estatísticas de casos locais, já que o homem era residente do Sul do país, onde provavelmente contraiu o vírus.

Compartilhe

Deixe seu comentário