Quatro bandas feirenses participam de votação popular para se apresentar no Festival de Verão 2020

As bandas A Cor, Lage Dor, Marcos Heynna e Roça Sound são as representantes de Feira de Santana no concurso que finaliza esta primeira etapa às 23:59 do domingo (19).

Foto: Divulgação

Quatro bandas feirenses participam de votação popular para se apresentar no Festival de Verão 2020 que acontece nos próximos dias 01 e 02 de fevereiro na Arena Fonte Nova.

As bandas A Cor, Lage Dor, Marcos Heynna  e Roça Sound são as representantes de Feira de Santana no concurso que finaliza esta primeira etapa às 23:59 do domingo (19).

Com o intuito de dar visibilidade a artistas locais, o resultado da votação que acontece pelo site do Festival levará as 10 bandas mais votadas para outra etapa onde o júri técnico será o responsável por avaliar e escolher as 6 vencedoras que se apresentarão nos dois dias do evento. 

Joza Silva e Murilo Lima, integrantes da banda Lage Dor, uma das concorrentes, estiveram no programa Bom Dia Feira (Princesa Fm) na manhã deste sábado (18) falando sobre a expectativa com o resultado do concurso.

“Eu tenho fé que a gente tenha chance de chegar lá e mostrar o nosso som, que é o que a gente gosta de fazer. O que eu falo sempre é participar, dar a cara a tapa para que as pessoas julguem e também não ficar esperando que todos amem, o que importa é estar bom para você, mas graças a Deus a maioria tá gostando”, afirma o vocalista Joza.

A banda, que está às vésperas de completar 24 anos de história, está desde o início da votação entre os dez primeiros na lista dos mais votados.

“Temos chances reais de se classificar. Ontem estávamos com cerca de 13.090 votos, uma votação surpreendente e maravilhosa que faz com que a gente se encha de orgulho de simplesmente participar”, diz o vocalista.

Segundo Joza, a inscrição para a votação foi feita pelo baterista do grupo. 

"Vimos pela TV que aconteceria o concurso, Jacke inscreveu a gente pelo site, enviou o vídeo e a gente foi viver nossa vida. Semana passada estávamos na praia e ligaram pra gente falando que tinha uma falha na inscrição e foi quando a gente viu que era real. Resolvemos e na segunda soubemos que estávamos no pálio", relata. 

Confira a entrevista de completa: 

Compartilhe

Deixe seu comentário