Bahia é sétimo colocado em média de público no ano; Vitória aparece em 28º

Lista leva em consideração público pagante nas partidas em casa nos campeonatos disputados pelos 60 clubes que integram as três primeiras divisões do Brasileiro

Foto: Divulgação

O ranking de público nos estádios do Brasil em 2019, realizado pelo Globoesporte.com e atualizado semanalmente, aponta grande diferença na ocupação das arquibancadas pelos torcedores dos arquirrivais baianos nas competições realizadas nesta temporada.

Enquanto o Bahia ocupa a sétima colocação, com um promédio de 24.803 pagantes, apenas 5.388 torcedores rubro-negros, em média, pagam ingressos para ver o Vitória jogar no ano, colocando o clube na 28ª colocação.

A lista leva em consideração o público pagante nas partidas em casa nos campeonatos disputados pelos 60 clubes que integram as três primeiras divisões do Brasileiro.

O Bahia disputou, até o momento, 26 partidas em casa, com uma ocupação média das arquibancadas de 50% – nos 26 jogos na Fonte Nova, a média foi de 49% (com público médio de 24.978 pagantes), e nas duas partidas no Pituaçu, a ocupação subiu para 70% (22.697 pagantes, em média). O recorde de público foi contra o Grêmio, nas semifinais da Copa do Brasil, com 46.341 pagantes (91% de ocupação).

O Vitória, por sua vez, nas 21 vezes que atuou em casa, encheu apenas 26% das arquibancadas. No Barradão, foram 19 jogos, com média de 4.655 pagantes e ocupação de 15%, ao passo que nas duas partidas disputadas na Fonte Nova como mandante a média de público subiu para 12.348 pagantes (com ocupação de 24%). O maior público foi registrado na derrota por 1 a 0 para o Guarani, na Série B, na Fonte Nova.

O valor médio cobrado pelos clubes também são bem diferentes: para ver um jogo do Bahia, o torcedor tricolor paga, em média, R$ 21, enquanto o rubro-negro desembolsa R$ 11 para ver o Vitória. A diferença explica o fato de o Bahia ter arrecadado, até o momento, R$ 13,9 milhões e o Vitória ter faturado apenas R$ 1,6 milhão.

O Flamengo lidera o ranking, com 49.959 torcedores por jogo, 76% de ocupação, ticket médio de R$ 43 e arrecadação total de R$ 56,1 milhões.


Informações Bahia.Ba

Compartilhe

Deixe seu comentário