Casal que agrediu criança de 6 anos é condenado a fazer doações a instituição

Caso aconteceu no dia 9 de novembro, em um condomínio de luxo localizado em Brasília (DF)

Reprodução

O casal que agrediu uma criança de Feira de Santana, de apenas 6 anos, que estava de férias em um condomínio em Brasília no final de 2018, terá que fazer doações para uma instituição de caridade como penalidade ao invés de responder a ação penal.

Danielle Cavalcanti dos Santos e Alexandre Campos de Jesus deverão, cada um pagar o valor de R$5 mil a ABRAPEC - Associação Brasileira de Assistência às Pessoas com Câncer

Essa pena alternativa impôs algumas regras ao casal, que inclui não se ausentar do Distrito Federal por prazo superior a 30 dias, sem comunicação prévia, além de se apresentar perante a 6ª Vara Criminal, de dois em dois meses, para prestar contas de suas condutas. Não poderão também frequentar bares, botecos, prostíbulos e locais que induzam a prática de crime e nem fazer uso de entorpecentes além de comunicar qualquer mudança de endereço. 

A mãe do menino,Jucimara das Mercês Nascimento, comemorou a condenação e agradeceu o apoio dado a ela e a família. "Hoje tivemos o julgamento do caso do meu filho Gabriel, segue abaixo um resumo da condenação penal. Fico feliz em saber que o valor estipulado pelo juiz será revertido em ajudar o próximo, pois é isso que ensino aos meus filhos, que devemos tratar todos com gentileza. Quero agradecer ao apoio recebido por um país inteiro, isso mesmo, todo país se mostrou intolerante com a violência com qualquer que seja, e este foi o lado bom da história, pois recebi muito carinho e muitas palavras de amor. Em todo tempo estive em oração e assim hei de permanecer. E agora, me sentindo um tanto aliviada, pois sei que minha família continuará em um ambiente de muito amor e de carinho. 
Não devemos esquecer:
seja Gentil, doe Amor e faça o Bem, sempre
#juntospeloGAB", disse a mãe do menino. 

O episódio ocorreu após o filho do casal cair enquanto participava de uma partida de futsal na quadra. Nas imagens, é possível ver o pai segurando a vítima que supostamente o teria derrubado. Ao prender o menino pelos braços, o homem manda o filho agredi-lo no rosto. O vídeo mostra também o momento em que a mãe empurra e agride a criança de 6 anos.


Compartilhe

Deixe seu comentário