Advogado vai à justiça para que Neymar pague R$ 188 milhões que Receita queria cobrar do astro, diz

Getty Images

Neymar tem mais um problema na Justiça para resolver. De acordo com o portal UOL, o advogado José Silvério Neto recorreu aos tribunais para tentar obrigar que Neymar pague integralmente o valor cobrado pela Receita Federal.

Neymar havia sido multado pela Receita em R$ 188 milhões, mas um recurso administrativo das empresas que gerem a carreira do jogador conseguiu reduzir o valor. Hoje, a Receita cobra R$ 69 milhões, mas a defesa do atleta afirma que o valor a ser pago é de R$ 8,7 milhões, já que parte da multa já foi paga ao Fisco espanhol.

Para o advogado, o abatimento da multa representaria uma liberação da Receita para que o jogador e seus familiares lesem os cofres públicos, e por isso, como cidadão, ele teria o direito a entrar com a cobrança.

O caso já foi julgado em primeira instância e a Justiça encerrou o processo sem avaliar o mérito, alegando que José Silvério Neto está tentando exercercer uma função que compete apenas aos órgãos de cobrança da própria Receita Federal.

Em 2016 o Fisco espanhol disse que Neymar teria deixado de pagar 9 milhões de euros em impostos no processo de sua transferência do Santos para o Barcelona. Em setembro de 2015 a Justiça brasileira determinou o bloqueio de R$ 188,8 milhões do jogador, valor da multa por sonegação de imposto entre 2011 e 2013 em contratos com o Santos, com empresas de publicidade e na transação para o futebol espanhol.

De acordo com o diário espanhol El Mundo, o brasileiro ainda seria investigado por ter deixado de pagar impostos referentes ao bônus que recebeu do Barcelona antes de sair para o Paris Saint-Germain.



Informações ESPN

Compartilhe

Deixe seu comentário