Balanço sobre o uso do reconhecimento facial na Micareta de Feira: 33 presos

Joaquim Neto

Depois dos quatro dias de folia na Micareta de Feira 2019, a Secretaria da Segurança Pública apresentou, nesta segunda-feira (28), no auditório do Conjunto Penal de Feira de Santana, localizado à rua Olney Alberto São Paulo, no bairro Aviário, o balanço da Micareta de Feira. Entre os dados apresentados estão os resultados da aplicação do Sistema de Reconhecimento Facial na festa, que pela primeira vez foi instalado em um Carnaval fora de época. 

O secretário da SSP, Maurício Teles Barbosa, o comandante-geral da PM, coronel Anselmo Brandão, o delegado-geral da PC, Bernardino Brito, o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Francisco Telles de Macedo, e o diretor do Departamento de Polícia Técnica, Élson Jeffesson, participaram da apresentação, além das autoridades locais.

De acordo com Mauricio Barbosa, Secretário de Segurança Pública do estado, falou sobre o intuito do balanço da festa. “Estamos fazendo a apresentação do balanço final da produtividade, de todas as ocorrências policiais e o que a polícia conseguiu de resultados nesses quatro dias”, disse Mauricio. 

O uso do reconhecimento facial para detectar criminosos na Micareta, foi um teste idealizado no Carnaval de Salvador e segundo o secretário, o trabalho em Feira serviu como laboratório. “No final do Carnaval de Salvador nós tínhamos falado que seria um grande laboratório, um teste muito importante para as forças de segurança, porque já tínhamos lançado o reconhecimento no Carnaval de Salvador em 2019 e conseguimos tornar isso uma experiência muito produtiva. Ao longo desses últimos quatro dias foram 33 pessoas identificadas com mandado de prisão em. Essas pessoas foram presas, dentre esses, 8 são homicidas, outras pessoas que estavam em prisão domiciliar e não poderiam estar na festa também foram presas e levadas a presença da justiça para que essas prisões domiciliares fossem convertidas em prisões preventivas", ressaltou ele. 

A tecnologia capturou 1,3 milhão de rostos que foliões que passaram pelo circuito da festa, o que gerou 903 alertas para as unidades policiais instaladas nos trajetos, resultando no cumprimento de 18 mandados e na captura de 14 pessoas por descumprimento de prisão domiciliar e de uma pessoa condenada, se acordo com o secretário de Segurança Pública do Estado.

Compartilhe

Deixe seu comentário