José Carneiro critica secretário deixar artistas feirenses fora da Micareta

“Edson Borges se tornou um verdadeiro burocrata. Não tentou se reunir com os artistas da terra, resolver a situação”, reclamou o parlamentar.

O presidente do Legislativo, vereador José Carneiro (PSDB), durante pronunciamento na sessão desta segunda-feira (25), na Câmara Municipal, criticou duramente o secretário de  Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, por deixar vários artistas feirenses fora da Micareta 2019.

O vereador leu a nota publicada no site Bahia na Notícia “Pablo Roberto critica colega Edson Borges pelo corte de bandas na Micareta” e ratificou as palavras do secretário de Prevenção a Violência Pablo Roberto. Para Carneiro, faltou flexibilidade para lidar com a situação.

“Edson Borges se tornou um verdadeiro burocrata. Não tentou se reunir com os artistas da terra, resolver a situação”, reclamou o parlamentar.

Em aparte, muitos vereadores concordaram com a posição do presidente do Legislativo e defenderam a contratação de artistas feirenses na festa como Gilmar Amorim (PSDC)  e João dos Santos – João Bililiu (PPS). Isaías de Diogo (PSC) frisou que as atrações locais possuem cachês mais baratos, diminuindo os custos da Micareta.  Alberto Nery (PT) afirmou que a festa já perdeu seu brilho e “este ano, na quarta-feira, vai sair às escuras. A Prefeitura disse que não vai ligar a iluminação pública”.

Compartilhe

Deixe seu comentário