Egressos da turma Direito/Pronera da Uefs se destacam no Exame da OAB

Para a professora Adriana Lima, que coordenou o curso no período de conclusão da turma, “o resultado tem um significado muito grande pois demonstra o empenho dos estudantes e também a qualidade do curso"

A primeira graduação em Direito para assentados da Reforma Agrária da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), batizada de Turma Elizabeth Teixeira, vem colhendo resultados significativos no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Cerca de 62% dos alunos já obtiveram aprovação desde a formatura da turma que ocorreu no segundo semestre de 2018. A realização desta graduação especial em Direito foi fruto de uma parceria entre a Uefs e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).

Para a professora Adriana Lima, que coordenou o curso no período de conclusão da turma, “o resultado tem um significado muito grande pois demonstra o empenho dos estudantes e também a qualidade do curso e da execução do convênio”. Ela ressalta que o êxito dos egressos “fortalece o campo crítico do Direito, na medida que teremos 23 novos operadores do Direito exercendo a advocacia em prol da efetivação dos direitos humanos, do acesso à terra, do acesso à moradia. Isso, certamente, fortalecerá a luta dessas questões”.

De acordo com Aldenir Gomes da Silva, egresso da turma, “é a conquista de um sonho que só foi possível pelo esforço coletivo do movimento social, da família e do compromisso conjunto da Universidade. Ter concluído o curso e ter sido aprovado no exame da OAB é um sentimento de realização e compromisso”.

Acima de tudo, afirma Aldenir, os resultados demostram a capacidade que os camponeses e filhos de camponeses possuem. “Enquanto uma elite nos aponta como incapazes e direcionam olhares de desprezo, nós respondemos com estudo e compromisso na luta pela busca de uma sociedade mais justa e humana”.

Compartilhe

Deixe seu comentário