Camisa não ganha jogo, mas Cansados vencem pela primeira vez

Joaquim Neto

Em toda a história dos confrontos entre Sarados x Cansados (filhos e pais) que chegou a 4ª edição nesse ano, foi a primeira vez que os pais venceram os filhos e de virada, pelo placar de 3 a 2 na manhã deste domingo (13) na Arena CSU, em Serrinha. Mesmo com placar magro, o resultado foi bastante comemorado.

No primeiro tempo os Sarados (filhos) abriram o marcador com Nattan e logo depois os Cansados (pais) empataram com Catinha, que balançou as redes três vezes. Na segunda etapa, Aloisio colocou os filhos novamente na frente, porém inspirado, Catinha fez mais dois e virou o jogo dando a vitória para os pais. 

Durante a semana o organizador do evento, o jornalista Joaquim Neto deu entrevista à Rádio Continental de Serrinha e disse que o jogo era a única oportunidade que os filhos tinham de descontar a surra que os pais davam quando eram pequenos, mas a história foi totalmente diferente, após o fim da partida, os pais aproveitaram para fazer muita gozação e resenha.

Apesar da festa ser bonita como todos os anos, faltou apenas um detalhe para ficar completa, o fornecedor não entregou os uniformes, mas o jogo foi realizado assim mesmo. “Já estávamos com tudo pronto, só faltavam os uniformes, quando fui informado que eles não vieram. Eles foram solicitados por uma empresa de Conceição do Coité que não honrou com o compromisso” disse Joaquim Neto. Ele contou ainda que correu contra o tempo para conseguir que o jogo não ficasse sem acontecer, “vários amigos me ajudaram e emprestaram seus uniformes para que eu não ficasse sem fazer o jogo, sou muito grato a eles, ficou claro que com amigos a gente tem tudo e que camisa não ganha jogo”, ressaltou o jornalista fazendo menção ao resultado.

Sarados: Felipe; Maycon, Kaique, Hiago e Rafael; Warley, Aloisio e Natan; Hiago e Kleiton. Depois, Felipe P., Ceará, Uzumaki, Joaquim Neto

Cansados: Mateus; Pedro Santos, Nilson, Gismario e Braz; Damião, Gilson, Cleilton e Júnior Bigode; Jerry e Catinha. Depois, Aderivan, Alex e Dó.

Arbitragem: Antônia Araújo



Compartilhe

Deixe seu comentário