Presidente do sindicato esclarece dúvidas sobre as placas Mercosul

Foto: JOAQUIM NETO

O presidente do Sindicato dos Despachantes de Feira de Santana (Sindefesa), Márcio Lino, fala sobre as placas Mercosul.  De acordo com o mesmo,   os estampadores já estão se credenciando junto ao órgão de Trânsito da Bahia endo Denatran, dando sequência às fabricações da placas, só atendimento ao público e dos despachantes. "Hoje, apenas quatro empresas estão aptas, credenciadas no Denatran e no Detran da Bahia, além de outras mais que virão. Em Feira de Santana São 14 empresas credenciadas, mas até o momento, apenas quatro  estão aptas à fazer essas estampagens", afirma. 

Ainda de acordo com Márcio Lino, a procura pela estampagem da placa do Mercosul está bastante grande, devido ao processo que ficou acumulado e a demora da integração junto ao Denatran. "Com isso, houve um acúmulo de processo e esses processos estão dando saída agora que as coisas começaram a se acalmar e a entrar no eixo", explica. 

O prazo hoje para a confecção dessas placas  é de aproximadamente 48 horas, podendo sair até antes. "É um prazo estipulado pelo pessoal até para não acumular processo e vai saindo na sequência", conta. 

O valor cobrado pelas empresas está variando, segundo o presidente do sindicato. "Uma está cobrando R$ 270,00 outra já conta R$ 250,00, outra R$ 265,00, varia bastante, cada uma tem seu preço" salienta. 

Ainda segundo o mesmo, em Feira de Santana, o número de placas já confeccionadas está em torno de 1.500 placas. "As empresas de Feira de Santana atendem o município e a região, além de algumas cidades que alguns estampadores ainda não entraram em fabricação", afirma. 

Para os que querem aderir a placa Mercosul, basta fazer um serviço chamado 72, que é a troca comum do veículo, ao a vistoria. Para quem não tem necessidade, pose rodar com o veículo com a placa antiga. "Só haverá a troca de placa neste momento dos veículos que serão transferidos de nome.ou alguma outra alteração, além só primeiro emplacamento", finalizou o mesmo, ressaltando que o valor da vistoria, fora o valor da placa, está no valor de R$ 170,00.

Com informações do repórter Joaquim Neto.

Compartilhe

Deixe seu comentário