TEM JEITO, MAS FÁCIL NÃO É

Foto: Divulgação

Tenho comentado sempre em nossos programas jornalísticos, que aqui no Brasil se paga muita coisa duas vezes, uma delas (e uma das mais importantes) é a educação. O cidadão paga os seus impostos para ter uma educação pública de qualidade, mas como nem sempre, e na maioria das vezes, isso não é possível, trabalha ainda mais, para quando possível, pagar uma escola particular para os seus filhos, ou seja, paga-se duas vezes. Isso acontece com outras coisas também, mas falando especificamente da educação, questionamos hoje pela manhã em entrevista no programa Bom Dia Feira, ao Secretário Municipal de Educação, Marcelo Neves, sobre como resolver esse problema. Ele disse que tem certeza que a educação pública tem jeito e que isso passa, entre outras coisas, pela educação em tempo integral. Concordo com o secretário, mas acho que a solução não é nada fácil. Em tempos de disputas políticas, a gente nota que vários projetos importantes para a população caem por terra quando se muda o grupo político que comanda determinada cidade. Essas mudanças de grupo político são importantes, mas a política não pode atrapalhar os projetos que são benéficos para a população, educação em tempo integral é importante. Tomara que a política não atrapalhe e que independente de quem seja o prefeito a governar a cidade a partir do próximo ano, não queira ser o único pai da criança a ponto de prejudicar projetos deixados por seus antecessores. Sendo assim, entra prefeito e sai prefeito, e a educação melhora. Política não pode atrapalhar as coisas. 


Por: Fernando Moreira 

Compartilhe

Comentários