Saiba quais os cuidados que homens e mulheres devem ter no inverno para chegarem bem no verão

Saiba o que fazer na estação mais fria do ano; conheça também quais as partes do corpo mais requisitadas e o método mais procurado nas clínicas de estética.

O inverno chegou tem pouco tempo, semestralmente a história se repete: não faltam pessoas a procura de procedimentos para tirar aquele “pneuzinho”, remover estrias, afinar a cintura e fazer um check-up geral já pensando no verão. Mas, uma boa aparência estética não é modelada em um mês – faz parte de um estilo de vida. No entanto, com bastante empenho, disposição e algumas renuncias para se tratar, é viável mudar a rotina e consequentemente a beleza também.

Tratamentos estéticos podem, ainda, levar ao paciente os objetivos pretendidos perceptíveis já nos procedimentos iniciais, e são indicados para avaliações especiais. Em alguns deles, o resultado pode ser notado com pouco tempo ou até ter o objetivo estendido por meses.

“Para alcançar definitivamente o esperado, é essencial juntar cuidados clínicos com a prática de esportes, refeições sem excessos e beber bastante líquido”, indica a fisioterapeuta dermato-funcional, Renata Sampaio, que atende na Dermafit.

De acordo com ela, é insuficiente pagar determinadas sessões se o paciente não seguir uma disciplina. “Caso o indivíduo mantenha um estilo com exageros na alimentação, a eficiência será retardada e não muito perceptível”.

As áreas do corpo que tem maiores índices de insatisfação de pele, estrias e gorduras indesejadas são os membros inferiores, barriga e braços. A ajuda de equipamentos modernos ou a mão – são recomendados para estas regiões, independente do sexo.

A solução mais procurada, na verdade, será analisada a partir de uma consulta detalhada na localidade, na qual se observa a complicação do problema e o estado da cútis.

O que fazer - O primeiro passo, é preciso se submeter por um diagnóstico para avaliar o nível de risco da respectiva situação e apontar quais as técnicas recomendadas. Para isso, é preciso ficar atento para homens e mulheres portadoras de complicações no fluxo sanguíneo, sensíveis as reações e outros problemas esporádicos ou não, precisam prestar atenção e serem bem orientados no primeiro contato com os profissionais.

Os equipamentos tecnológicos utilizados abrangem ondas magnéticas, que não podem serem usados por mulheres gravidas e portadores de doenças crônicas.

Glúteo – Complicações mais comuns: estrias provocadas por má alimentação.

Membros inferiores – Complicações mais comuns: celulites e culotes.

Membros superiores – Complicação mais comum: pele flácida e o famoso “tchauzinho”

Método mais procurado:

“As Crios” – Para aqueles (as) desesperados (as) que já experimentaram diversas técnicas, mas não saem daquela saliência indesejada, aparelhos de “frio” são uma ótima alternativa. O equipamento “puxa” e seleciona a área a ser trabalhada e congela as células de gordura – sem danificar a região ou a cútis. Ainda funciona na “guerra” contra a barriguinha salientes.

Renata Sampaio. Crefito: 114345


Compartilhe

Deixe seu comentário