Torcedores viajaram mais de 12h de ônibus até a Rússia para “assistirem” a desclassificação do Brasi

Cerca de 65 mil brasileiros estiveram nesta Copa até este fim de semana.

Foto: Valdeir Uchôa

Mesmo a milhares de quilômetros do Brasil, os torcedores canarinhos viajaram até a Rússia para assistir às quartas de finais da Copa do Mundo, contra a Bélgica, em Kazan. É claro que eles não tiveram os mesmos privilégios que jogadores e comissão técnica no pré e pós jogo na nação de Putin, mesmo assim os fanáticos pelo selecionado verde-amarelo marcaram presença na partida.

Por contra própria, torcedores viajaram mais de 12 horas de ônibus atravessando o continente americano para ver Neymar e companhia de perto. Um destes fiéis torcedores é Vanderson. Ele saiu de outro país, de transporte coletivo, para Kazan, mesmo com escalas.

“A longa viagem desconfortável não valeu a pena com a derrota do Brasil”, destacou.

Vanderson esteve na companhia do paulista e torcedor do Santos, Lucas. Mas, antes de encontrar os companheiros na competição, ele já estava confiante com a vitória da seleção (o que não aconteceu). Todos maiores de idade, há também entusiastas que optaram pelo translado direto de avião ou intercalaram com trem na capital Moscou.

Cerca de 65 mil brasileiros estiveram nesta Copa até este fim de semana.

O fuso-horário da Rússia com o Brasil é de seis horas a mais para a primeira, e 6h a menos para a segunda.

Os jogos das semifinais serão realizados na terça-feira (10), em dois turnos. E a grande final, no domingo (15).

Informações do correspondente internacional Valdeir Uchôa


Compartilhe

Deixe seu comentário