Rui Costa:

“Nós vamos continuar intensificando a segurança em Feira com ações específicas, inclusive com a Rondesp. No entanto, o problema é mais complexo e não depende apenas do Governo do Estado”, disse Rui.

Foto: Marcelo Fernandes

O governador Rui Costa falou, em entrevista ao Bom Dia Feira, na última semana, em passagem por Feira de Santana, sobre a questão da segurança pública no estado. O mesmo julga que as atitudes do Estado se tornam insuficientes, ao passo que a Polícia encarcera e o poder judiciário determina a ordem de soltura.

O governador mencionou um criminoso condenado por venda ilegal de entorpecentes na capital baiana, que foi solto no induto de final de ano, na sua saída de direito, e não voltou para a cadeia. A partir daí muitos assassinados creditados a este traficante pelas observações da polícia.

“Nós vamos continuar intensificando a segurança em Feira com ações específicas, inclusive com a Rondesp. No entanto, o problema é mais complexo e não depende apenas do Governo do Estado”, disse Rui.

O governador frisou também que hoje o país é um dos que mais comprmr entorpecentes em todo o planeta e que mais da metade dos assassinatos no Brasil estão ligados ao crime. Para ele, o indivíduo que consome maconha, crack, cocaína, entre outros, também está contribuindo com o óbito de jovens.


Compartilhe

Deixe seu comentário