Dinamarca e Austrália ficam no empate em 1 a 1

Dinamarca x Austrália (Crédito: Fabrice COFFRINI / AFP)

A Austrália se manteve viva no grupo C da Copa do Mundo, nesta quinta-feira, depois de empatar em 1 a 1 com a Dinamarca graças a um gol em cobrança de pênalti assinalado pela vídeo-arbitragem (VAR).

Christian Eriksen abriu o placar para os dinamarqueses, aos sete minutos do primeiro tempo, mas Mile Jedinak empatou aos 38 da primeira etapa, convertendo penalidade marcada após revisão do lance pelo VAR.

Craque do time e principal responsável da boa fase da Dinamarca, Eriksen soma 13 gols nos últimos 15 jogos pela seleção nórdica. Já os ‘Socceroos’ marcaram seu segundo gol na competição novamente em cobrança de pênalti assinalada por toque de mão do adversário.

O resultado deixa a Dinamarca na liderança do Grupo C com 4 pontos, mas abre caminho para a França conquistar a vaga para as oitavas de final com antecedência se vencer o Peru nesta quinta. A vitória francesa eliminaria os sul-americanos.

Os Bleus estão na segunda colocação (3 pontos), seguidos de Austrália (2) e Peru (0). Na próxima rodada, Dinamarca e França se enfrentam em Moscou, enquanto Austrália e Peru duelam em Sochi.

– Eriksen x VAR –

Como era de se esperar, a Austrália iniciou a partida se fechando lá atrás à espera de um contra-ataque. Mas logo aos seis minutos do primeiro tempo a Dinamarca encontrou o caminho do gol.

Após cobrança de lateral pelo lado esquerdo, o centro-avante Nicolai Jorgensen fez belo pivô para a chegada de Eriksen que vinha de trás. O meia do Tottenham pegou de bate pronto com a canhota, sem chances para o goleiro, e estufou as redes no estádio de Samara.

A Austrália mal conseguia passar do meio de campo com a posse da bola. Mas a partir dos 25 minutos começou a equilibrar a partida, depois dos dinamarqueses recuarem por conta do gol marcado.

Em cobrança de escanteio, aos 35, Leckie cabeceou e a bola desviou no braço de Poulsen. Após rever o lance por conta do árbitro de vídeo (VAR), o pênalti foi assinalado.

Na cobrança, Jedinak bateu firme no lado direito para empatar o jogo em mais uma penalidade marcada após toque de mão do adversário, assim como na estreia contra a França.

Depois do intervalo, a partida ficou mais equilibrada e aberta. A Austrália apostava em jogadas em velocidade pelos lados, buscando boas condições para cruzar na área, enquanto a Dinamarca tocava a bola, mas se mostrava muito dependente de Eriksen.

Diferentemente do primeiro tempo, os “Socceroos” buscaram mais a vitória e se mostravam mais objetivos. Aos 25 a equipe australiana quase chegou ao gol em chute de longa distância de Mooy. Após os sustos, a Dinamarca respondeu na mesma medida com Sisto, também de fora da área, aos 27 minutos. A bola saiu rente à trave esquerda do goleiro Ryan.

Mas o poder de criação das equipes foi incapaz de superar o bloqueio adversário. As chances criadas foram poucas e sem clareza, facilitando o trabalho dos goleiros e mantendo o empante até o apito final.

Compartilhe

Deixe seu comentário