COLOMBIANOS NEM AÍ PARA O SILÊNCIO

Barulho excessivo na Praça Vermelha desrespeitou regras russas

Foto: Agência Estado

Neste quinto dia de realização da Copa do Mundo 2018, esta segunda-feira (18) foi o primeiro dia em que as autoridades russas abriram ao público o local na Praça Vermelha onde está situado o mausoléu de Lênin que foi o precursor do socialismo, dando origem à União Soviética (reunião de nações socialistas) que foi extinta com a queda do comunismo  após a derrubada do Muro de Berlim.

O mausoléu pode ser visitado de terça a domingo das 10 às 13 horas com acesso gratuito. A Praça Vermelha (Moscou)  viveu nesta segunda-feira um dia de barulhaço dos torcedores colombianos que fizeram tanta zoada que deve até ter incomodado o inquilino do mausoléu (Lênin), cujo corpo embalsamado está intacto até hoje para visitação pública.

Os colombianos não estão "nem aí" para o silêncio exigido no local onde está guardado o corpo embalsamado do líder da revolução bolchevique. 

Compartilhe

Deixe seu comentário