Com golaço de Nenê, São Paulo bate o Vitória no Morumbi e sobe para a vice-liderança

Meia-atacante marca duas vezes e comanda triunfo do Tricolor por 3 a 0 nesta terça-feira. Rubro-Negro reclama bastante de expulsão de Yago.

Foto: Marcos Ribolli

RESUMÃO

  • O Jogo

    A paralisação do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo vai deixar saudade na torcida do São Paulo. Ainda mais depois da atuação desta terça-feira. Com dois gols de Nenê – o primeiro um golaço -, o Tricolor bateu o Vitória por 3 a 0, no Morumbi, e assumiu a vice-liderança. Everton fez o outro. O Rubro-Negro reclamou bastante da polêmica expulsão de Yago ainda no primeiro tempo.

  • Destaque
  • COMO FICA?

    O São Paulo tem agora 23 pontos, três abaixo do líder Flamengo, que enfrenta o Palmeiras, na capital paulista, nesta quarta. O Tricolor torce contra o Atlético-MG para permanecer em segundo. O Galo recebe o lanterna Ceará, no Independência. O Vitória fica com 12 pontos, em 15º, bem perto da zona do rebaixamento.

  • primeiro tempo

    O Vitória deu trabalho ao São Paulo no início do jogo. Com boa marcação, o time baiano travou a tentativa paulista de pressionar nos primeiros minutos. Mais que isso, poderia ter ficado em vantagem aos 17 minutos. Sidão fez ótima defesa em chute de Rhayner, e Wallyson desperdiçou o rebote. Logo depois, aos 20, Nenê furou o bloqueio com um golaço. Ele se livrou de Lucas Marques e bateu colocado, acertando o ângulo direito de Elias. A polêmica expulsão de Yago, aos 34, deu o espaço que o Tricolor precisava. Nenê, aos 41, fez mais um em cruzamento de Everton. O Vitória quase descontou nos acréscimos, mas André Lima parou em Sidão outra vez.

    segundo tempo

    Com um jogador a mais, o São Paulo controlou o segundo tempo sem qualquer problema. Mais que isso, o Tricolor conseguiu aumentar a vantagem logo aos oito minutos, com Everton pegando de primeira um cruzamento com desvio. Reinaldo assustou logo em seguida. O Vitória evitou se abrir para buscar a reação e se organizou na defesa. Os são-paulinos também diminuíram o ritmo. Mesmo com a vitória garantida, Lucas Fernandes ainda foi expulso após falta de Neilton – ele já tinha cartão amarelo.

    Expulsão injusta

    Perdendo por 1 a 0, o Vitória ficou com um jogador a menos aos 34 minutos do primeiro tempo. Yago recebeu cartão vermelho depois de disputar um lance com Nenê no campo de defesa. O jogador puxou o adversário, que reagiu abrindo os braços para trás. O meia rubro-negro revidou, mas não atingiu o rival. Mesmo assim, foi expulso pelo árbitro Igor Junio Benevenuto de Oliveira, revoltando os companheiros de time

    Nenê em alta

    Além de comandar a vitória e viver grande fase aos 36 anos, Nenê entrou também na briga pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Com os dois desta terça, ele chegou a seis gols, apenas dois abaixo de Róger Guedes, do Atlético-MG. São dez gols em 29 partidas do meia-atacante com a camisa do Tricolor.

    Hora de relaxar

    O São Paulo vai liberar os jogadores para 12 dias de folga (entre 13 e 24 de junho). De 2 a 7 de julho, os jogadores ficarão concentrados no CT de Cotia. Por enquanto, nenhum amistoso foi marcado. O time volta a jogar pelo Brasileirão apenas no dia 18 de julho, contra o Flamengo, às 21h45, no Maracanã.

    Vitória também descansa

    Depois do jogo no Morumbi, o Vitória ainda treinará em Salvador até sexta-feira. A partir do sábado, os jogadores ganham folga e só voltam a treinar no dia 25. Pelo Brasileirão, o time atua novamente somente em 18 de julho, contra o Paraná, às 21h, no Barradão.  

  • Fonte: GE

Compartilhe

Deixe seu comentário