Críticas de aliados de Lídice a Rui irritam petistas

Reprodução

As críticas públicas feitas por aliados da senadora Lídice da Mata (PSB) ao governador Rui Costa (PT) não foram nem um pouco bem recebidas por membros do PT baiano. Para os petistas, a estratégia foi um tiro que saiu pela culatra, já que Rui, historicamente, não aceita pressões externas em suas decisões. Segundo interlocutores ouvidos pelo bahia.ba, o estopim foi a declaração do secretário geral do PSB baiano, Domingos Leonelli, que postou um texto no Facebook criticando a decisão que o governador pode tomar, se confirmar o deputado Angelo Coronel (PSD) na segunda vaga ao Senado da chapa majoritária. O líder do PSB acredita que, se Rui escolher o atual presidente da Assembleia, pode acabar contribuindo para aumentar a força do senador Otto Alencar, transformando-o em potencial candidato a governador nas próximas eleições, retirando o protagonismo dos partidos de esquerda nas próximas eleições. Apesar do incômodo, o petista tratou de desmentir o mal estar, nesta quinta, em conversa com a imprensa. “É natural. Estou muito tranquilo. Faz parte da disputa política, um excede mais aqui ou ali, mas nada que comprometa o nosso relacionamento e a construção da unidade”, amenizou. Além de Lídice, o presidente estadual do PCdoB, o deputado federal Davidson Magalhães, também negou ter sido procurado por Rui. Na oportunidade, o governador disse que só anunciará a chapa majoritária depois que o vice-governador João Leão (PP), um dos integrantes da composição, voltar de viagem à China e Índia. O retorno do pepista está previsto apenas para o dia 15 de junho.

Fonte: Bahia.ba

Compartilhe

Deixe seu comentário