Comerciantes de Feira avaliam como fraco movimento de vendas para a Copa do Mundo

A nossa reportagem foi às ruas para saber como o comércio está se preparando para o tão esperado mês de junho

Foto: Joaquim Neto

Daqui a pouco menos de um mês a Copa do Mundo estará de volta, e com ela, já começaram a surgir as oportunidades de negócios. A nossa reportagem foi às ruas para saber como o comércio está se preparando para o tão esperado mês de junho.

Ao que se pode ver o comércio ainda está um pouco retraído. O proprietário de um estabelecimento de variedades no centro de Feira de Santana, Raimundo Macolge, acredita que com a divulgação da lista de convocação, realizado pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite, o movimento começará a aumentar, assim como a decoração das lojas.

‘O esperado agora, é que os comerciantes comecem a decorar as lojas juntando o São João com o verde e amarelo do Brasil. Todo ano de Copa do Mundo, pelo menos para mim, o comércio é muito bom. Acredito que como já se passou o Dia das Mães, o foco agora será nestes dois eventos’, disse. Raimundo ainda salienta que já está com a reposição do seu estoque em dia; bolas, bandeirolas e demais itens. Todos em tons de verde e amarelo.

A gerente de loja de confecção, Dilva Brito, fala que a expectativa para as vendas neste período estão grandes. ‘Esperamos que a vendas melhorem, a expectativa é muito grande. Como também vamos ter a Copa do Mundo, sentimos que este evento ainda não está tão animado. Mas em junho, sempre voltamos mais os olhos para o Dia dos Namorados e o São João’, afirma.

Para a gerente, o motivo pelo qual as lojas ainda não se enfeitaram para a Copa, é a desilusão que ocorreu na última, onde o Brasil perdeu de 7x1 para a Alemanha. ‘Talvez a consequência da última Copa do Mundo tenha acabado por desanimar’, conclui.


Compartilhe

Deixe seu comentário