O que é melhor para seu negócio, Inbound Marketing ou Outbound Marketing?

Foto: Reprodução

O Inbound Marketing, também conhecido como marketing de permissão, nada mais é, como o nome já sugere, se comunicar com a persona da sua empresa apenas com o consentimento dela. A partir do momento que o cliente deixa de fazer o que está fazendo, seja lendo uma matéria, ouvindo um programa na rádio ou assistindo algo na televisão e é interrompido em função de alguma propaganda, o marketing está atrapalhando e não ajudando. Isso diminui drasticamente a chance do usuário comprar a ideia vendida na publicidade. O termo usado para esse tipo de Marketing é Outbound Marketing. Mas isso não quer dizer que o Outbound Marketing seja totalmente ruim, ele também têm suas funções e objetivos dentro da propaganda e é hoje a mais usada pelas empresas.

· Inboud Marketing - Tem como objetivo demonstrar, envolver e empoderar.

· Outbound Marketing - Tem como objetivo informar, persuadir e relembrar.

A importância do Inbound Marketing

  • 85% das pessoas mudam de canal na sua TV enquanto os comerciais são exibidos
  • 84% dos jovens entre 25 e 35 anos tendem a sair de um site com o número excessivo de banners.
  • 200 milhões de americanos registraram seus telefones em um serviço chamado "Do not Call" para não serem incomodados por empresas de telemarketing.
  • O número de bloqueadores de anúncios na internet subiu 30% no ano de 2016 e ainda vem crescendo ano após ano.

Um fator que faz com que cada vez mais empresas se interessem em descobrir o que é Inboud Marketing é o custo, em média o investimento de atenção custa 62% menos do que as táticas de Outbound. Tendo em vista isso, o CAC (CUSTO PARA AQUISIÇÃO DE CLIENTE), é menor nas táticas do marketing de permissão.

Passos para o Inboud Marketing:

Definir bem o público alvo, o chamado "Buyers Personas";

SEO, você é procurado pelo cliente, não o contrário. A maior premissa do Inboud Markting é o alcance orgânico. (Estratégia de palavras-chave facilita muito este fator);

  • Pay Per Click ou Google AdWords, como queira... Estratégia à primeira vista um pouco controvérsia para a premissa do Inbound Marketing, pois ao invés de atrair visitas de forma orgânica, estamos pagando ao Google para melhor rankiar o meu posicionamento. Porém isso pode ser visto de outra forma, quando o cliente pesquisa algo no Google, apesar de aparecermos no topo por estar pagando, o cliente só irá clicar se ele se interessar pelo que está vendo, ou seja, não estamos atrapalhando o fluxo natural do leitor, não estamos empurrando o nosso conteúdo “goela abaixo” nele, ele só irá clicar caso se interesse;
  • Redes Sociais é a plataforma ideal para oferecer conteúdos. 54% dos usuários estão interessados nos conteúdos das marcas nas quais eles mais se identificam;
  • Landing Pages, melhor estratégia para se gerar leads. Uma boa Landing Pages deve ser direta, simples e funcional com o foco principal na conversão de Leads;
  • E-mail Marketing, cerca de 3.5 bilhões de pessoas no mundo possuem ao menos uma conta de e-mail. Depois de todas as etapas, você conseguiu criar uma conexão com o cliente, e agora é hora de vender. Quem recebe ofertas por e-mail gasta, em média, $ 83 dólares a mais em compras pela internet.

POR QUE E COMO - OUTBOUND MARKETING

O Outbound Marketing não vai acabar! Apesar de muitos especialistas declararem que o seu fim está próximo, nós do Imersão Empreendedora não acreditamos nisso. Por mais que as estatísticas não favoreçam este método em questão, basta olhar para eventos patrocinados, ouvir rádio, assistir a televisão ou mesmo vídeos na internet... O Outbound Marketing não vai acabar porque há certas empresas que dependem diretamente deste tipo de estratégia. 

O fato é que o Outbound Marketing é um dos maiores responsáveis para determinado cliente escolher determinado produto na hora da Compra por Impulso. Uma pesquisa do SPC Brasil apontou que mais de metade dos brasileiros compra por impulso. Sabendo disso, o Outbound Marketing irá trabalhar para aguçar o desejo e o sentimento da sua persona para na hora do impulso o comprador se lembrar da marca em questão e a escolha, ao invés da concorrência.

OUTBOUND OU INBOUND? QUAL DEVO ESCOLHER?

Para Empresas B2B, é preferível o Inbound Marketing em função do ciclo de venda demorar mais, tornando o bom relacionamento com a persona um grande diferencial na hora de entender os pequenos detalhes do negócio e objetivo do cliente. (ISSO NÃO QUER DIZER QUE ELE TAMBÉM NÃO DEVA USAR UM POUCO DAS ESTRATÉGIAS DE OUTBOUND).

Empresas B2B (Business to Business) Sigla utilizada para definir transações comerciais entre empresas. Exemplos:

  • Indústria vende seus produtos para outras indústrias. (B2B)
  • Indústria vende para distribuidor ou revenda (B2B)
  • Distribuidor vende para Revenda (B2B)

Para Empresas B2C, é preferível o Outbound Marketing, pois o foco neste caso é alcançar o maior número de vendas no menor espaço de tempo para garantir que a marca seja lembrada no exato momento da compra. (ISSO NÃO QUER DIZER QUE ELE TAMBÉM NÃO DEVA USAR UM POUCO DAS ESTRATÉGIAS DE INBOUND).

Empresas B2C (Business to Consumer) Sigla utilizada para definir transações comerciais entre empresa e consumidor final. Exemplos: 

  • Indústria, Distribuidor ou Atacado vende para Profissional Liberal (B2C)
  • Distribuidor ou Atacado vende para Consumidor Final (B2C)
  • Indústria vende para Consumidor Final (B2C)
  • Indústria vende para Consumidor Final através de Distribuidor ou Atacado (B2B2C)

Por fim, com tudo que vimos aqui hoje, concluímos que tanto o Inbound Marketing quanto o Outbound Marketing têm seus pontos positivos e o ideal é atrela-los de forma estratégica e inteligente ao seu negócio!

SIGA NAS REDES SOCIAIS

INSTAGRAM FACEBOOK

Compartilhe

Deixe seu comentário