Sindicado dos Trabalhadores da Bahia aprova paralisação de servidores da UEFS nesta quinta (19)

A coordenadora do Sintest questiona o cumprimento da carga horária do cronograma acadêmico.

Foto: Joaquim Neto

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Estado da Bahia (Sintest) aprovou a paralisação para esta quinta-feira (19), com interrupção das atividades dos servidores da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). A mobilização em conjunto leva em consideração o período da micareta na cidade.

Em entrevista ao Bom Dia Feira, a coordenadora geral do Sintest, Daiana Alcântara, diz que deliberação administrativa é devido a baixa do expediente da Universidade entre os dias que são realizados a festa de moma, no município.

“Desde 2017, a Administração planeja o calendário letivo da UEFS baseado nas atividades do corpo docente e dos servidores técnicos. Então, os recessos festivos (carnaval, semana santa, natal, etc.) é um momento para que os mesmos façam suas programações familiares e de seus interesses. A paralisação também leva em consideração a segurança dos servidores, e a evacuação dos docentes nos dias da micareta”, disse Daiana.

A coordenadora questiona o cumprimento da carga horária do cronograma acadêmico.

“Nós resolvemos parar atividades como formar de protestar e repudiar o calendário letivo elaborado pela administração, onde não se pensam na situação dos servidores da instituição”, manifestou.

Em nota, a assessoria da UEFS disse que o calendário acadêmico é discutido e definido pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa & Extensão (Consepe). E que as discussões para aprovação do calendário contam com a presença de representantes de todas as categorias da Universidade.

Informações do repórter Joaquim Neto

 

Compartilhe

Deixe seu comentário