Cadmiel denuncia obras abandonadas pelo Governo do Estado

O edil mostrou à imprensa, à galeria e aos seus colegas parlamentares, por meio de fotos impressas, algumas obras abandonadas pelo governo

Fotos: Tamires Ribeiro

O vereador Cadmiel Pereira, criticou o descaso do Governo do Estado com o município de Feira de Santana, na manhã desta terça-feira (13), na Câmara Municipal de Vereadores. O edil mostrou à imprensa, à galeria e aos seus colegas parlamentares, por meio de fotos impressas, algumas obras abandonadas pelo governo e o não cumprimento de promessas feitas pelo governador Rui Costa durante a sua última campanha eleitoral.


Na oportunidade, o edil parabenizou o Governo Municipal pelos investimentos nas mais diversas áreas da administração pública e disse ainda que o “Governo do Estado prometeu fazer uma pista em frente a Fundação Jonathas Telles de Carvalho, na Avenida Eduardo Fróes da Mota, bairro Santana Mônica, mas a obra foi abandonada e a via está lá toda esburacada. O mesmo foi feito com a pavimentação do CIS, com o Centro de Convenções, o auditório da UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana) e com o CUCA (Centro de Cultura Amélio Amorim) que eles diziam que iam restaurar o Carro de Boi, para incentivar a cultura, e continua lá abandonado”, criticou.


O parlamentar ainda questionou a ausência de representantes do governo estadual em Feira de Santana. “Não temos notícia de que um secretário do Estado tenha visitado Feira de Santana. Enquanto temos o governo de José Ronaldo trabalhando e investindo no crescimento de nosso município”, destacou, elogiando o investimento do Município na construção da pista no trecho entre os bairros Santa Mônica II e Santo Antônio dos Prazeres.


Para o vereador Cadmiel Pereira, “o governador não trata o município com a devida atenção”. Segundo ele, mais uma vez Feira de Santana recebe tratamento vergonhoso por parte do Governo do Estado. Por que o nosso município não recebe o carinho e atenção do governo do estado? É um absurdo o abandono e descaso do Estado com Feira de Santana”, completou.

Compartilhe

Deixe seu comentário