Criança de 7 anos morre após participar de 'desafio do desodorante'

Parentes e amigos da família de Adrielly começaram uma campanha nas redes sociais para alertar sobre os riscos de desafios na internet.

Foto: Reprodução/Internet

Uma menina de 7 anos morreu em São Bernardo do Campo, ABC paulista, após inalar desodorante aerosol. A menina Adrielly Gonçalves colocou o frasco com o produto diretamente na boca, tentando imitar um vídeo chamado "desafio do desodorante", praticado por youtubers na internet. Ela chegou a ser socorrida e levada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu a uma parada cardíaca.
 
O incidente aconteceu no sábado, (3/2), mas agora parentes e amigos fazem campanha nas redes sociais para alertar sobre os perigos de menores de idade repetirem ações irresponsáveis divulgadas na web.
"Gostaria de alertar aos pais que fiquem de olho nos conteúdos que os filhos, pesquisam na internet. O vídeo era sobre um desafio de inalar desodorante aerosol. O objetivo era inalar e ver a quantidade de tempo que você aguenta", diz o post de uma amiga da família. O texto acompanha uma foto de Adrielly e em três dias já foi compartilhado mais de 17 mil vezes no Facebook.  
Segundo a Secretaria de Saúde de São Bernardo do Campo, a menina já chegou na unidade de saúde em estado grave, com parada cardiorrespiratória. O Instituto Médico Legal (IML) irá apresentar um laudo, detalhando as causas da morte. O corpo de Adrielly foi velado e enterrado no último domingo (4/2). 
Desafios perigosos 
Em busca da audiência a qualquer custo, desafios perigosos no Youtube se transformaram em uma isca para angariar mais likes e na rede social. Em fevereiro do ano passado, um menino cearense de 11 anos teve 40% do corpo queimado após realizar o "desafio do fogo". O garoto tentou cobrir as mãos de álcool gel e colocar fogo para apagar logo em seguida. O problema é que a garrafa desse líquido altamente inflamável explodiu antes de o menino realizar a "façanha"
Outros desafios incluem mastigar pimentas ardidas ou colocar uma colher cheia de canela em pó na boca e aguentar por alguns minutos sem beber água. Esse último também oferece risco de asfixia e lesões na garganta, nas vias respiratórias e no estômago. Nos Estados Unidos, um jovem de 12 anos passou quatro dias internado após realizar o desafio. 
Em janeiro deste ano, a Amazon e o Youtube uniram forças contra o "Tide Pod Challenge", um desafio que estimula jovens a ingerir cápsulas de detergente líquido. A "brincadeira" já fez mais de cem vítimas nos Estados Unidos, 86 apenas nas três primeiras semanas de 2018, segundo a Associação Americana de Centros de Controle de Veneno (AAPCC), sigla em inglês.
O Youtube se prontificou a apagar todos os vídeos do desafio na plataforma. Já a Amazon, informou que apagaria os comentários em seu site que fazem apologia à ingestão de detergente.

Comentários