Confirmado primeiro caso de febre amarela na Bahia

O primeiro caso de febre amarela na Bahia foi registrado. Trata-se de um turista paulista, de identidade n√£o revelada, que estava em Itaberaba, a 278 km de Salvador.

Foto: ilustrativa/divulgação

O primeiro caso de febre amarela na Bahia foi registrado. Trata-se de um turista paulista, de identidade não revelada, que estava em Itaberaba, a 278 km de Salvador. A secretária de Comunicação do município, Ana Fabrícia de Mattos, informou ao Aratu Online que o caso foi confirmado nesta quinta-feira (11/1).

De acordo com a secretária, o homem passou o réveillon em uma área com grande incidência da doença e viajou para a Bahia em seguida. No dia 5 de janeiro, ele procurou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itaberaba e foi liberado. Dias depois, ainda segundo Ana Fabrícia, o homem voltou a procurar atendimento médico e foi diagnosticado com a febre amarela por um médico com experiência neste tipo de caso.

A v√≠tima foi transferida para o Hospital Couto Maia, em Salvador, no dia 9 de janeiro. ¬ďOs testes feitos aqui na cidade apontam que o estado de sa√ļde dele era grave¬Ē, pontua a secret√°ria de Comunica√ß√£o. Por sua vez, a Secretaria de Sa√ļde da Bahia (Sesab) tamb√©m confirmou o caso, mas n√£o deu detalhes do estado de sa√ļde da v√≠tima.

A febre amarela √© transmitida pela picada de mosquitos transmissores infectados. A transmiss√£o de pessoa para pessoa n√£o existe. Na √ļltima ter√ßa-feira (9/1), o Minist√©rio da Sa√ļde informou que a Bahia vai receber doses fracionadas da vacina que previne a doen√ßa. Em Itaberaba, a imuniza√ß√£o foi refor√ßada.

Compartilhe

Deixe seu coment√°rio