Passado tricolor, empenho da direção e promessa: Élber é apresentado no Bahia

Jogador diz ter passado pelas divisões de base do Tricolor e elogia empenho da diretoria para sua contratação

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O meia atacante Élber, primeiro reforço do tricolor para a temporada 2018, foi apresentado oficialmente no Fazendão. Bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, o jogador de 25 anos chegou ao Bahia em definitivo, com contrato firmado por três anos. Ao lado do diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri, Élber concedeu entrevista coletiva na tarde dessa sexta-feira, na sala de imprensa do Fazendão.

O jogador, que começou sua carreira nas divisões de base do Tricolor, falou rapidamente sobre suas expectativas e outros assuntos. Confira a entrevista do meia atacante.

Empenho da diretoria

- Muito lisonjeado de estar presente nesse grande clube. Soube da força que tem essa camisa, a torcida que empurra esse time. Agradecer a Diego e ao presidente que fizeram uma força enorme para eu estar aqui. Espero retribuir em campo com gols.

Diego Cerri

- Meus empresários falaram muito bem dele (Diego). Não conhecia ele pessoalmente, mas tinha referências boas. Isso pesou bastante. O que pesou mesmo foi a dedicação do Diego e de todos.

Começo da carreira

- Fiz peneira em Alagoas, com 11 anos. Passei, vim aqui, fiquei um ano, dos 11 aos 13, e depois segui meu caminho mundo afora. Fui direto pro Cruzeiro.

Primeiro contato com Guto

- É um grande treinador. Já mostrou, nos clubes que passou, que tem um grande trabalho. Espero ajudar da melhor maneira possível, independente da posição. Quero estar jogando, quero estar ajudando.

Versatilidade

- Sou um jogador que gosto de jogar pelos lados, gosto de jogar por dentro, gosto de ir para cima do adversário. Acho que isso é um ponto forte da minha característica. Gosto de dar assistência e, se sobrar, fazer uns gols também.

*Estagiário sob a supervisão de Raphael Carneiro

Comentários