Flamengo não segura a pressão e perde jogo de ida da final, veja:

Após sair da frente, time Rubro-Negro perde ritmo de jogo e precisa ganhar por mais de um gol de diferença para ser campeão

Créditos: Reuters

O Independiente recebeu nesta quarta-feira (6) o Flamengo para o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana no estádio Libertadores da América, como é chamado a casa do Independiente. O jogo de volta será realizado no dia 13 dezembro, no maracanã.

Indo de encontro ao modo que foi todo o campeonato, a final da copa não terá o 'gol fora de casa' um dos critérios geralmente usados como forma de desempate. Dessa forma, casa haja igualdade nos dois duelos, os times disputarão a prorrogação e posteriormente, caso o empate persista, irão aos pênaltis.

O JOGO

No primeiro tempo o Flamengo começou muito bem no jogo. Logo aos oito minutos o zagueiro e capitão Réver abriu o placar subindo alto de cabeça, após o cruzamento de Trauco em uma bola parada. 

Mas o Flamengo não permaneceu bem por muito tempo, logo o time argentino foi gostando do jogo e começou a pressionar, chegando bem ao ataque e finalizando muito. Até que aos 28 minutos conseguiu arrancar o empate, o gol foi do Gigliotti, que em jogada de contra-ataque do Independiente recebeu na área para chutar forte entre a defesa do flamengo, sem chances para o goleiro. Veja abaixo as estatísticas do Flamengo no primeiro tempo:


No segundo tempo o Independiente veio com tudo e conseguiu virar o jogo logo aos sete minutos com o meio-campista Meza, na oportunidade Ezequiel Barco apareceu bem pela esquerda e cruzou na medida para Meza aparecer livre e acertar a bola de primeira, um lance de rara felicidade, golaço. O Independiente estava ditando o ritmo do jogo.

Porém o técnico do flamengo resolveu mexer no time, e melhorou... Vinicius Júnior no lugar de Diego e Everton (voltando de lesão) no lugar de Paquetá melhoraram a posse de bola do rubro-negro, porém não conseguiram reverter a situação, placar final do jogo: 2 x 1 para os times da casa.

Comentários