Bom Dia Agora por Dilson Barbosa

Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram
DOLAR R$ 3,223
24 de Novembro de 2017
TODAS AS NOTÍCIAS ›

Sade
Doença do século 16 ressurge: saiba como se prevenir do escorbuto

13/10/2017 às 07:34:30
Aumentar Fonte Diminuir Fonte
Doença do século 16 ressurge: saiba como se prevenir do escorbuto

O escorbuto, uma doença do século 16, reapareceu na Austrália. A disfunção acontece quando há falta de Vitamina C no organismo, consequência de uma dieta em que faltam frutas e legumes. Era comum, naquele tempo, a manifestação do escorbuto em marinheiros, que ficavam meses em travessias se alimentando somente arroz, peixe e alguns tipos de bolachas. Luiz Felipe Scabar (CROSP 72423), Presidente da Câmara Técnica de Saúde Coletiva do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, conta que, na época, tripulações eram reduzidas pela metade devido à falta da vitamina. Hoje, situações em que a doença leva ao óbito são raras, mas outras consequências graves são possíveis. 

Scabar conta que o escorbuto se desenvolve devido à carência de Vitamina C, também chamada de ácido ascórbico. O nutriente é vital para o corpo por sintetizar colágeno, responsável pela constituição de tecidos do organismo. De acordo com o profissional, sua falta atinge toda a estrutura corporal: “Deixa os diferentes tipos de tecido - pele, vasos sanguíneos, ossos e cartilagem - fragilizados”. O surgimento da doença, dessa forma, é o corpo dando um recado. “Trata-se de um sinal de que a pessoa está vulnerável e não tem uma alimentação apropriada”, afirma Scabar.

Os principais sintomas são dificuldade de cicatrização, sangramento e inflamação das gengivas. O dentista costuma ser o primeiro profissional a realizar o diagnóstico, pois percebe que há um problema na gengiva. Quando o cirurgião dentista consegue fazer a avaliação na fase inicial, o tratamento é simples. Entre uma e duas semanas, o quadro já é revertido. Entretanto, em raros casos em que o indivíduo tem os sintomas e não procura ajuda profissional, pode acontecer até mesmo o óbito. “Uma das razões é o grande sangramento, que pode gerar forte anemia, mas é raro”, explica Scabar.

Para fugir da doença, ele dá a dica: “A melhor maneira de prevenir é com uma dieta saudável, equilibrada, que contenha uma boa quantidade de frutas e legumes”. Ele ressalta a importância da visita periódica ao cirurgião dentista, que é o primeiro a detectar inúmeros problemas. Nos casos de descobrimento do escorbuto, é essencial que o cirurgião dentista e o médico atuem de forma conjunta com o profissional da nutrição, a fim de criar uma dieta repleta de frutas e legumes cítricos, como laranja, limão, kiwi, brócolis, tomate, repolho e batata doce.

Colgate

Comentários

Leia Mais

TVAgora

Com o filho no colo, PM de folga mata dois assaltantes

mais vídeos ›