Bom Dia Agora por Dilson Barbosa

Curta nossa página no Facebook Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram
Dólar R$ 3,169
Euro R$ 3,731
18 de outubro de 2017
TODAS AS NOTÍCIAS ›

Entretenimento
Brad Pitt e Angelina Jolie estariam 'reatando', diz revista

18/05/17 às 07:21
Ator admitiu ainda que o consumo excessivo de álcool destruiu seu casamento com Jolie
Aumentar Fonte Diminuir Fonte
Brad Pitt e Angelina Jolie estariam 'reatando', diz revista
Foto: IG
O casal Brad Pitt e Angelina Jolie pode estar cada vez mais perto de se reconciliar. A informação é da revista norte-americana "Life & Style", que afirmou que os atores têm se encontrado "várias vezes nas últimas semanas e conversam por telefone quase todos os dias".

Segundo a revista, uma fonte ligada ao casal afirmou que "aos poucos, os velhos sentimentos começaram a voltar". "Eles têm falado abertamente um com o outro, como não faziam há anos, e é como se estivessem saindo novamente".

Os rumores foram ganhando força após Pitt ter assegurado à "GQ Style" estar "limpo". O ator também disse que seus problemas com o álcool e o abuso de substâncias ficaram no passado.

"Não tenho segredos, não tenho nada a esconder", afirmou em outra entrevista. Pitt revelou ainda que, desde sua separação, está tentando um diálogo com Jolie para saber como ficará a "nova configuração" de sua família.Para o ator, "as crianças são tudo". "Eles estão tendo toda atenção, assim como deveria ser", adicionou Brad Pitt, que tem seis filhos com a atriz - Maddox (16), Pax (13), Knox (8), Zahara (12), Shiloh (10) e Vivienne (8).

Em entrevista à "GQ Style", o ator admitiu ainda que o consumo excessivo de álcool destruiu seu casamento com Jolie. "Estava bebendo demais", declarou. "Não sou um suicida nem nada parecido. Existe ainda muita beleza no mundo e muito amor. E muito amor para dar".

Pitt se prepara para a estreia de seu próximo filme, "War Machine", em 26 de maio, na Netflix. O longa, em que o ator interpreta o General Glen McMahon, conta a história complicada e efêmera de um militar da guerra do Afeganistão. (ANSA)

Da Redação com informações do Notícias ao Minuto

Comentários

Leia Mais

TVAgora

TEMPO DE CUIDAR - União Médica

mais vídeos ›