Festa só com homens “pelados” faz sucesso

Festa, que é majoritariamente gay, conta com sua esmagadora maioria com homens

Já pensou chegar em uma balada e todo mundo estar sem roupa: Essa é a ideia de uma festa realizada mensalmente em São Paulo há pouco mais de um ano. O criador é o jornalista mineiro Rafael Maia, que frequentou eventos parecidos quando morou em Londres.

“O projeto propõe que as pessoas expressem a liberdade através do corpo. A roupa é uma prisão. Mas, para muita gente, se sentir livre é se montar. Usar um salto de 15cm, um vestido de lamê e uma peruca”, disse.

A festa, que é majoritariamente gay, conta com sua esmagadora maioria com homens – na última edição, feita na semana passada, havia somente 2 mulheres.

Segundo Rafael, ninguém é obrigado a ficar pelado: “No começo, eu não conseguia ficar pelado. Mas com o tempo aprendi a me sentir à vontade com o meu corpo. Hoje, eu acabo sempre nu”. Com informações do site UOL.

Comentários