Ser Mulher com M maiúsculo!

Foto: Reprodução

Um dos maiores compositores brasileiros fez muitas músicas falando da mulher em todos os seus complexos aspectos. Uma interface em particular me chama atenção, pois revela-nos a sua maior missão: a de ser mãe!

A música do poeta de eu lírico feminino, diz mais ou menos assim: “Todo dia ela faz tudo sempre igual / Me sacode às seis horas da manhã / Me sorri um sorriso pontual / e me beija com a boca de hortelã”.

Durante toda a canção, Chico Buarque de Holanda revela-nos a grande missão da mulher a de ser mãe, porque mãe não é apenas aquela que carrega um ser no ventre, aquela que dá a luz e traz à vida.

Nesse sentido, a mãe é aquela que cuida de outro ser, de uma forma incondicional e lhe revestindo de cuidados, pratica o mais nobre atributo do ser humano: ser altruísta, isto é, pensar no outro, cuidar do outro e amar ao outro.

Outro grande compositor, o Erasmo Carlos, também revela essa grande missão em outra canção quando canta... “Dizem que a mulher é o sexo frágil / Mas que mentira absurda!”

Em meu consultório quando recebo uma cliente que se revela com reação aguda ao stress ou transtorno de adaptação sempre pergunto: “Você  se ama...? Você valoriza a sua existência, aos seus projetos e princípios...?” Quando ouço um soluço de um choro consternado eu convido : “que tal se tornar mãe de si mesma?”...”

Percebo que a maioria das mulheres sabe cuidar muito bem das outras pessoas, mas não sabem cuidar de si mesmas!...Por isso recomendo a todas as mulheres que se tornem suas amigas, suas próprias fãs, suas mais vibrantes torcedoras, suas companheiras e as suas próprias mães... E então me perguntaram algumas? Se cuidando, protegendo e amando a si mesmas.

Mas como fazer isso? Não se proporcionando determinadas dores!

Compartilhe nas redes sociais

Comentários